MAP Eliminatoires Mondial Costa Rica (Dames/U20): le match Bénin-Maroc interrompu en raison des intempéries ANP Présidentielle de février 2021 au Niger : Mahamane Ousmane réclame toujours la victoire. GNA Shai-Osudoku Assembly inaugurates classroom project AIP L’UDPCI planche sur son avenir et la situation sociopolitique nationale AIP Emmanuel Ahoutou prend fonction à la tête du Comité de privatisation AIP Le Trésor booste sa stratégie de mobilisation des recettes non fiscales AGP Guinée/Santé : Les regroupements et manifestations de masse autorisés à partir du lundi 27 septembre 2021 (ANSS) AGP Mamou-Coopération: Les nouvelles autorités de Mamou et celles de Kabala, ouvrent officiellement la frontière Guinéo-Sierra Leonaise AGP Guinée : La sage-femme Marie Condé revient sur les grandes lignes de la concertation de l’ONSFMG avec le CNRD GNA MTN donates GHC 100,000.00 to Otumfuo Education Fund

ACACV quer produzir um programa que retrata as actividades cinematográficas do país


  28 Juillet      36        Cinéma (198),

   

Cidade da Praia, 28 Jul (Inforpress) – A Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde (ACACV) quer produzir um programa de cinema que retrata as actividades cinematográficas do país e não só, anunciou hoje o presidente, Júlio Silvão Tavares.
A proposta foi apresentada hoje ao ministro da Educação, durante o encontro desta manhã, onde foi partilhada e socializada também as linhas mestres e as acções cinematográficas direccionadas para a comunidade escolar.
“Discutimos e socializamos sobre o prepósito da associação em ter um programa televisivo aproveitando a TV Educativa para a produção de um programa sobre o cinema que retrata as actividades cinematográficas no país e não só, mas também a questão respeitante à formação de filmes de produção nacional, mas também de produção internacional, mas que possa ter alguma coisa com Cabo Verde”, referiu.
Trata-se de uma iniciativa, que, segundo Júlio Silvão Tavares, vai dar visibilidade à associação, mas também aproveitar o canal para informar a comunidade escolar e não só, no que diz respeito ao cinema e audiovisual.
Avançou que a experiência teve início há 4 anos, numa parceria com a delegação escolar da Praia, com formações direccionados aos professores e alunos para realização de filmes com telemóveis, sendo que esses filmes foram exibidos e galardoados no Festival Plateau.
“Baseada nesta experiência é que vamos dar continuidade a nossas acções na comunidade escolar”, apontou o presidente, avançando que o ministro concordou com as acções desenhadas para o centro do ensino.
Tendo em conta que o cinema informa, educa e é transversal, e nesta base que defendeu que é preciso dar uma atenção e inclui no currículo escolar uma vez que transporta as imagens do país além-fronteiras, o que poderá ser “importante” para aumentar o fluxo turístico do país.
Júlio Silvão Tavares disse que ficou claro que é muito bem-vinda a participação da Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde na dinamização das actividades cinematográficas na comunidade escolar.
Por outro lado, o ministério disponibilizou-se em constituir parceria com a associação numa programação efectiva tanto endereçada a formação fundamental, formação de utilização de nova tecnologia móvel na produção de filmes, mas também na amostra de filmes produzidos sobretudo pelos estudantes e professores.

Dans la même catégorie