AIP L’inventaire forestier et faunique national présente ses résultats le 29 juin AIP Anne Ouloto engage les DRH à œuvrer pour une bonne gestion des ressources humaines AIP Modernisation de la riziculture pour un objectif d’un million de tonnes de paddy par an dans le Denguélé AIP Le ministre gouverneur Gaoussou Touré heureux de sa nouvelle mission d’agent de développement local APS LOMPOUL : DES PÊCHEURS VICTIMES DE BATEAUX DE PÊCHE ILLICITE DÉDOMMAGÉS DES DÉGÂTS SUBIS APS COUPE ARABE : « LES LIONCEAUX ONT MONTRÉ DE GRANDES QUALITÉS » (MALICK DAFF) AIP Une opération d’enrôlement à la CMU lancée à Korhogo ANP Atelier de capitalisation des acquis des institutions de recherche partenaires du PASEC AIP Les DRH déplorent l’inadéquation formation-emploi dans l’administration publique AIP Point de la situation de la COVID-19 au 21/06/2021

ADAD celebra Dia Mundial do Meio Ambiente


  5 Juin      32        Développement durable (348), Photos (4345),

   

Cidade da Praia, 05 Jun (Inforpress) – A Associação para a Defesa do Ambiente (ADAD) celebra hoje o dia Mundial do Meio Ambiente com a realização de várias actividades com destaque para a visita à orla marítima da Praia e entrega do Prémio “Jovem Investigador”.
Esta informação foi avançada pelo presidente da ADAD Januário Nascimento em entrevista à Inforpress, a propósito do Dia Mundial do Meio Ambiente que se assinala a 05 de Junho e este ano é comemorado com foco na biodiversidade.
Segundo este responsável, este ano, não obstante ao contexto da pandemia do novo coronavírus, que afecta também Cabo Verde, a ADAD não suspendeu as actividades comemorativas alusivas à data, mas, lembrou que a mesma irá ter em conta as orientações das autoridades sanitárias para evitar a propagação da doença.
Conforme avançou, a data será celebrada com uma visita à orla marítima da Praia, entrega do Prémio “Jovem Investigador”, realização de palestras, plantação de árvores na ilha de São Nicolau e contactos com a comunidade piscatória.
Elucidou que o “prémio Jovem Investigador”, que será entregue pela ADAD em parceria com a Universidade Jean Piaget, foi criado com o intuito de incentivar os jovens estudantes a trabalhar na investigação.
Disse ainda que a ADAD pretende alargar para outras instituições por forma a promover mais trabalhos de investigação sobre a importância da saúde e protecção do meio ambiente.
A visita à orla marítima costeira da capital, de acordo com o presidente da ADAD, visa essencialmente despertar a atenção dos praienses sobre a importância da conservação da mesma, adiantando que esta iniciativa se enquadra no projecto impacto das infra-estruturas nas zonas costeiras realizado em parceria com o Governo.
“A orla marítima é muito importante porque todas as riquezas encontram-se concentradas nas zonas costeiras e aqui torna-se necessário incentivar as pessoas, chamar a atenção das mesmas e apresentar alternativas para as questões das zonas costeiras”, afirmou.
No dia que se comemora o dia Mundial do Meio Ambiente, Januário Nascimento afirmou que Cabo Verde tem sim motivos para comemorar a efeméride, não obstante os problemas ambientais, nomeadamente, a seca e a desertificação, a apanha de inertes, a poluição marinha e terrestre e a problemática dos resíduos sólidos que afectam o país.
“Comemorar não é só festa, é um dia também para reflectir e agir, porque entendemos que o dia deve sempre servir de reflexão para chamar a atenção sobre a importância da conservação da natureza, defesa do ambiente”, salientou, afiançando
que para a ADAD todos os dias são Dia do Ambiente e todos devem estar mobilizados e sensibilizados sobre a importância dessa data.
Januário Nascimento defendeu, por outro lado, que face ao contexto da pandemia do novo coronavírus torna-se necessário um debate profundo sobre a necessidade da preservação e valorização do meio ambiente, isto porque, sustentou, a saúde e o ambiente estão interligados.
O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado a 05 de Junho, é um evento mundial liderado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e comemorado por milhares de comunidades em todo o mundo. Desde que foi instaurado, em 1972, se tornou a maior celebração do meio ambiente.
O Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano incitará governos, indústria, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.
Segundo a ONU Meio Ambiente, 92 por cento (%) das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo; a poluição do ar custa à economia global 5 triliões de dólares por ano; a poluição do solo pelo ozônio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

Dans la même catégorie