MAP Le CRASTE-LF, une plateforme au service du rayonnement du Maroc à l’échelle continentale (M.Miraoui) APS SENEGAL-AFRIQUE-FINANCE / L’État sénégalais a levé 1.865 milliards de francs CFA sur le marché financier de l’UEMOA en vingt-huit ans MAP Burkina: Un bureau de MSF visé par des tirs lors d’une « attaque armée » MAP Trente ans après la fin de l’apartheid, des millions de Sud-africains vivent toujours dans la pauvreté (Président) APS SENEGAL-SPORTS-NECROLOGIE / Décès de l’ancien basketteur sénégalais Doudou Leydi Camara, double champion d’Afrique APS SENEGAL-ENVIRONNEMENT / Un projet lancé à Dakar en vue d’une pêche durable et transparente APS SENEGAL-TRANSPORTS / Transports : vers l’élaboration de stratégies répondant aux besoins actuels et futurs APS SENEGAL-AFRIQUE-ECONOMIE / L’AMF-UMOA joue un rôle fondamental de modernisation du marché financier régional, selon son président ANP Fin de projet : Le MCA rétrocède ses biens à l’Etat du Niger (Présidence) AIP Chaque document émis par l’ONECI est authentique et infalsifiable grâce à la biométrie (directeur général)

Ambiente/“Criação de leis de preservação do meio ambiente constituem principais medidas para diminuir o impacto ambiental”, diz Rui Duarte Barros


  1 Juillet      6        Environnement/Eaux/Forêts (6780),

 

Bissau 01 Jul 24 (ANG) – O Primeiro-ministro sublinhou hoje que o uso consciente dos recursos naturais, a conscientização das gerações futuras sobre a necessidade de preservação ambiental e a criação de leis que garantam a preservação do meio ambiente são as principais medidas para a diminuição dos efeitos das alterações climáticas no país.

Rui Duarte Barros falava na cerimónia de Lançamento Nacional do VIII Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa, certame que deverá ter lugar em Manau(Brasil), de 21 à 25 de Julho de 2025.

O chefe do Executivo disse que as mudanças climáticas representam um dos maiores desafios para a proteção do meio ambiente.

“O aumento das emissões de gases de efeito de estufa, principalmente devido a queima de combustíveis fósseis e ao desmatamento de árvores, está a causar alterações no clima global, assim como no aquecimento global”, disse.

Para o igualmente Presidente de Honra do VIII Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países da Língua Portuguesa , diante de desafios globais como as mudanças climáticas e a perda de hábitos, as politicas públicas assumem um papel crucial ,não apenas na proteção da natureza, mas também na garantia de um futuro sustentável para as próximas gerações.

Barros acrescentou  que preservar o meio ambiente é fundamental, por abrigar  os recursos naturais necessários para a sobrevivência: água, alimentos e matérias–primas.

Destacou que   sem estes recursos todas as formas de vida do planeta poderão estar comprometidas.

“A Guiné-Bissau, conhecida como um dos países ricos em biodiversidade, deve agir pela conservação e uso racional e sustentável dos seus recursos, mediante a educação ambiental”, salientou.

O Primeiro-ministro disse que a Guiné-Bissau é conhecida como uma das componentes, senão a mais importante da Rede Luso e, como tal, pode contar com todo o apoio e engajamento do Governo.

Segundo o  Coordenador e Ponto Focal da  Rede Luso na Guiné-Bissau,  Fernando Saldanha, no encontro , os ambientalistas lusófonos vão unir esforços em prol da sustentabilidade  e da conscientização ambiental com objetivo de proteger e preservar a planeta terra para as gerações presentes e futuras.

“Neste encontro teremos a oportunidade  de trocar experiências, aprender com os sucessos e desafios uma vez que em termos ambientais o nosso país é das mais ricas mundialmente, em termos de biodiversidade, o que aumenta ainda mais a nossa responsabilidade”, disse.

Saldanha contou que o encontro do Brasil que vai decorrer  sob o lema: “Educação ambiental e acção local; respostas a emergência climática, justiça, democracia e bem-viver”, vai reunir cerca de dois mil participantes.

“A Guiné-Bissau estará representada por uma delegação forte, numerosa e bastante participativa”, diz Saldanha que conta ver o pais ser representado por pelo menos 100 dos 200 participantes que cada país pode ter.

Dans la même catégorie