MAP Quatre tueurs à gages abattus lors d’une fusillade à Durban (police) MAP Renforcement de la coopération entre le Sénégal et les États-Unis APS SENEGAL-DROGUES /40,3 Kg de cocaïne saisis à l’AIBD (Douanes) APS L’Afrique représente plus de la moitié des urgences sanitaires dans le monde (OMS) APS Louga : lancement d’une opération de plantation de 5000 arbres MAP Classement FIFA: Le Maroc au 14è rang mondial MAP Sénégal: Saisie de 40,3 Kg de cocaïne à l’aéroport de Dakar (Douanes) MAP Algérie : Amnesty déplore « la répression » exercée par les autorités contre  »la dissidence pacifique » MAP Les athlètes marocains participant aux JO commencent à affluer vers Paris MAP Guinée: Les autorités nient les arrestations de militants et demandent des enquêtes sur leur « enlèvement » présumé (communiqué)

Ambiente/Ministro Viriato Cassama afirma que a restauração dos ecossistemas é uma tarefa urgente para garantir um ambiente sustentável para futuras gerações


  5 Juin      8        Environnement/Eaux/Forêts (6776),

 

Bissau, 05 Jun (ANG) – O ministro de Ambiente, Biodiversidade e Ação Climática disse que a restauração dos ecossistemas é uma tarefa urgente e coletiva para que juntos possam reconstruir o futuro que garante um ambiente saudável e sustentável para as futuras gerações.

Viriato Luís Soares Cassama dirigia  a mensagem alusiva ao Dia Mundial de Ambiente que se assinala hoje, 05 de Junho sob o lema  » acelerar o restauro da terra, a resiliência à seca e à desertificação « , na qual disse que o Dia Mundial do Ambiente é um lembrete poderoso de que todos têm um papel a desempenhar na proteção do planeta.

″Hoje, 5 de junho, celebramos mais uma vez, o Dia Mundial do Ambiente, uma data que nos convoca a refletir sobre a importância da preservação do nosso planeta e a tomar ações concretas para garantir um futuro sustentável″,disse.

Realçou que, a escolha deste lema é extremamente pertinente para a realidade do país e que a Guiné-Bissau, um país rico em biodiversidade, mas que enfrenta desafios significativos devido às alterações climáticas e à degradação ambiental e que ao longo dos últimos anos, têm trabalhado arduamente para proteger os nossos recursos naturais e promover um desenvolvimento sustentável que beneficie a todos os guineenses.

O governante destacou algumas das realizações que alcançaram até agora, nomeadamente a Consolidação do Sistema Nacional das Áreas Protegidas, na qual diz terem expandido significativamente as áreas protegidas, com o objetivo de conservar ecossistemas marinhos e terrestres e a entrega da Candidatura do Arquipélago dos Bijagós como Património Mundial Natural da UNESCO é o exemplo dos seus esforços contínuos para preservar a biodiversidade.

Em relação aos projetos de Reflorestação, disse que em colaboração com comunidades locais e organizações internacionais, implementaram projetos de reflorestação nas diversas regiões do país, que não só ajudam a restaurar áreas degradadas, mas também proporcionam benefícios económicos e sociais às comunidades envolvidas.

Disse que, no que diz respeito a Educação e Sensibilização Ambiental, têm promovido campanhas de educação e sensibilização ambiental em escolas e comunidades para consciencializar o público em geral sobre a importância da conservação do ambiente, uma vez que a  educação é uma ferramenta poderosa para garantir que as futuras gerações cuidem do planeta;

″Estamos implementando estratégias de adaptação às alterações climáticas para proteger as nossas comunidades mais vulneráveis, projetos de gestão de recursos hídricos e de agricultura sustentável que são essenciais para enfrentar os desafios impostos pelo clima em mudança e no entanto, temos ainda um longo caminho a percorrer”, frisou Viriato Luís Soares Cassama.

Em relação a Expansão de Projetos de Restauração de Ecossistemas, disse que vão continuar a expandir os projetos de restauração, com enfoque especial na recuperação de mangais, florestas e áreas costeiras degradadas, porque  estes ecossistemas são vitais para a proteção da biodiversidade e para a resiliência contra eventos climáticos extremos;

″Apoiaremos práticas agrícolas sustentáveis que preservem o solo e a água, promovendo a segurança alimentar e a resiliência climática, incentivaremos a adoção de técnicas agroecológicas que beneficiem tanto o ambiente quanto os agricultores para  promoção de agricultura sustentável”, disse.

O governante prometeu que vão trabalhar para fortalecer e aplicar rigorosamente a legislação ambiental, porque a implementação eficaz das leis de proteção ambiental é crucial para combater a exploração ilegal de recursos e a degradação dos ecossistemas.

Em relação aos Parcerias e Cooperação Internacional, disse que vão  continuar a buscar parcerias com organizações internacionais e governos estrangeiros para mobilizar recursos e conhecimentos que apoiem os esforços de conservação e restauração ambiental.

″Vamos continuar a trabalhar com determinação e compromisso, protegendo e restaurando os nossos preciosos ecossistemas, porque a nossa sobrevivência e bem-estar dependem disso″, o ministro de Ambiente, Biodiversidade e Ação Climática.

Dans la même catégorie