MAP Tournoi de l’UNAF (U17)- 3ème journée: Match nul entre le Maroc et la Libye (1-1) MAP Le Maroc prend part à Abuja à la Réunion africaine de haut-niveau sur la lutte contre le terrorisme MAP Une délégation de la Banque Centrale de Mauritanie en visite de travail à l’Office des Changes MAP Quatorze morts dans un accident de la route dans le centre du Nigeria AIB Léraba : La première édition des journées des confréries dozo lancées à Sindou Inforpress São Vicente: Performance de Morabezateatro leva informações sobre prevenção de abuso sexual às escolas Inforpress Presidente da República considera “caótica” situação de transportes inter-ilhas em Cabo Verde Inforpress MPLA reafirma amizade e desejo de estreitamento de cooperação com PAICV Inforpress João Branco revela detalhes sobre a peça “Dona Pura e os Camaradas de Abril” a estrear-se em Maio Inforpress Boxe: Nancy Moreira conquista medalha de prata no ‘African Cup’ na África do Sul

Angola promove acesso à informação nos meios digitais


  4 Novembre      115        Science (576), Technologie (1032),

 

Luanda, 04 de Novembro (ANGOP) – O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, afirmou, esta quinta-feira, em Luanda, que Angola vai continuar a promover o acesso à informação nos meios digitais, no sentido de se adequar às mudanças tecnológicas.
Segundo o ministro, que falava à imprensa à margem do Fórum de Ministros das TIC da África Austral, que decorreu num formato virtual, essa aposta vai continuar a marcar a liberdade de imprensa como baliza, não só nos modelos tradicionais, mas também nos meios digitais.

Manuel Homem avançou que, para a media que se pretende, há a necessidade de se continuar a massificar o acesso à Internet no território nacional.

Adiantou que várias acções têm sido desenvolvidas, nomeadamente programas de inclusão digital, programa de massificação e acesso à internet e às tecnologias de informação.

Por outro lado, Manuel Homem acrescentou também que o país conta com mais de seis milhões de utilizadores de Internet e mais de 14 milhões de utilizadores de telefonia móvel.

Em relação ao Fórum de Ministros das TIC da África Austral, Manuel Homem referiu que o programa incluiu abordagem de várias matérias, com destaque para a importância da media livre, independente e pluralista como chave para os actuais tempos, a importância do acesso à informação, o trabalho em curso pela UNESCO e o Ministério das TIC da Namíbia.

“Estão a ser abordados temas convergentes sobre as TIC, voltada essencialmente para a liberdade de imprensa nos meios digitais”, referiu.

Essa abordagem, avança o ministro, tem também a necessidade de assegurar que a informação nas plataformas digitais ocorra dentro dos marcos das leis e nos princípios estabelecidos.

Participaram no evento em forma digital os ministros de Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social de África.

Dans la même catégorie