ANG Comunicação Social/CNOI qualifica de “incursão odiosa” contra o Presidente da República a nota de protesto do Sindicato dos Jornalistas Angolanos ACI Turquie/Politique: Le diplomate turc réitère la volonté de son pays à défendre la liberté des citoyens APS Le dialogue sera de mise entre le gouvernement et les syndicats d’enseignants, selon Moustapha Guirassy AIB Burkina : les jeunes du Nord invités à s’engager sans réserve dans la lutte anti-terroriste. ANG Política/Presidente da República marca eleições legislativas antecipadas para 24 de novembro MAP Le Maroc en mesure de produire jusqu’à 70% de ses besoins en médicaments (ministre) ACI Congo/Santé: Le gouvernement reçoit 230 mille doses de vaccin Bcg pour les enfants ACI Congo/Environnement: Les journalistes informés sur la gestion des écosystèmes ACI Congo/Education: Le taux de réussite aux baccalauréats techniques 2024 en hausse ACI Congo/Economie: Nécessité de renforcer la compétitivité de la chaîne de transport pour relever l’économie nationale

Assistência alimentar/ Chefe de gabinete do PR promete maior transparência na distribuição do arroz doado pela China


  28 Mars      48        Alimentation (277),

 

Bissau, 28 Mar 23(ANG) – O Chefe de gabinete do Presidente da República  Califa Soares Cassamá prometeu esta, terça-feira, que a distribuição dos 21 mil sacos de arroz doados pela República Popular da China vai decorrer na maior transparência possivel.

Em declarações à imprensa, após proceder à entrega de arroz aos administradores das regiões de Gabu e Bafatá,  Soares Cassamá disse que o arroz vai ser distribuido  em oitos regiões administrativas do país, incluindo o Setor Autónomo de Bissau e que  a disdribuição será equitativa, ou seja, em conformidade com o número da população de cada região.

Cassamá pediu a colaboração de todos na denúncia da venda ilegal dessa remessa de arroz,  no mercado ou em qualquer lugar, caso se verificar.

“ A nível das regiões, foi decidida a criação de  comissões regionais de distribuição, composta  pelos governadores das regiões, administradores setoriais, chefes de secções, das tabancas, autoridades tradicionais e organizações da sociedade civil, acompanhados da Polícia Judiciária e agentes de Serviço de Informação de Segurança ”, disse Califa Soares Cassamá.

Por sua vez, e em representação do embaixador da China, Li Feng disse que o donativo representa uma assistência alimentar ao povo guineense na luta contra a fome.

Li Feng destacou na ocasião os projetos em curso com financiamento da República Popular da China, nomeadamente a  construção da autoestrada aeroporto/Safim, o Porto de pesca de Alto Bandim e  a reabilitação da Assembleia Nacional Popular.

Li Feng disse que  existem outras ações que diz serem “cooperações frutuosas” entre a China  e Guiné-Bissau nas áreas agrícolas, saúde, infraestruturas e outras, tudo “para ajudar o povo guineense”.

Em nome dos governadores  regionais Luís Olundo Mendes, Governador da Região de Caheu, dirigindo-se  ao governo,   Chefe de Estado e ao Conselheiro político do  embaixador da China no país, declarou que essa remessa de  arroz  será entregue ao seu destinatário,e que a distribuição será feita  através das comissões  criadas para o efeito na respetivas regiões e setores.

“Nenhum saco de arroz será desviado”, prometeu Olundo Mendes.

Remessas anteriores de arroz, doadas pela China e  destinadas às populações mais carenciadas registaram ,  na distribuição, desvios de grande quantidade para proveitos pessoais.

Dans la même catégorie