MAP Sénégal : Baisse du nombre de nouvelles infections au VIH/sida MAP L’ONU va allouer trois millions de dollars pour la gestion de la biodiversité au Cap-Vert MAP Don de plus de 35 millions USD aux Comores, Djibouti, Somalie et Soudan du Sud pour renforcer la résilience aux chocs climatiques MAP Nigeria: Des terroristes tuent une trentaine de pêcheurs dans le nord-est du pays ATOP Zio/sport et cohésion sociale : ISCOME présente son projet à Tsévié ATOP une conférence débat sur les principaux agendas de l’institution sous régionale à l’UK ATOP la CoopNOA en conclave à Akpakpakpé ATOP des consultations ont réuni des étudiants handicapés de l’université de Kara et de Lomé ANP MSF appuie le ministère de la Santé Publique pour soutenir les populations de Madarounfa et Dan Issa (Maradi) MAP Ouverture à Marrakech de la 2ème édition du Gitex Africa

Boa Vista: Vereador afirma que câmara adoptou há três anos programa contínuo para problema de cães vadios


  25 Janvier      19        Environnement/Eaux/Forêts (6582),

 

Sal Rei, 25 Jan (Inforpress) – A Câmara Municipal da Boa Vista adoptou um programa especial desde 2021, através de um workshop com continuidade, para sensibilizar e combater o problema de cães vadios na ilha e a morte desses animais na via pública.
Segundo o vereador João Mendes, que falava à Inforpress sobre o trabalho realizado pela autarquia para colmatar o problema de cães vadios na via pública e sobre os casos de envenenamento de cães, a câmara tem de facto conhecimento de casos de envenenamento de cães que em quase todos os povoados da ilha.
Aliás, segundo a mesma fonte, há relatos de “um indivíduo tinha vindo a colocar veneno, principalmente nos terraços nas casas das pessoas para matar cães”.
“Claro que é um acto que não condiz com o trabalho que a câmara tem vindo a fazer perante animais, principalmente em defesa de cães e gatos”, concretizou, confirmando que autarquia recebeu queixas de pessoas que denunciaram a morte dos seus cães.
A câmara, continuou, denunciou os casos de envenenamentos à Polícia Judiciária (PJ) e aguarda os trâmites legais do processo, em andamento.
Questionado se o indivíduo responsável pelo envenenamento dos cães foi identificado, o vereador respondeu que “não pode dar informações precisas sobre este facto”, por não ter provas sobre isso, mas que “há relatos da população que contam que viram um indivíduo mascarado a cometer os actos”.
Perante estes factos, garantiu que a câmara trabalhou na recolha desses animais mortos na via pública, tendo sido retirados no ano passado “mais de 70 cães mortos por envenenamento”, mas que “há mais ou menos seis meses” que edilidade não tem feito levantamento de cadáveres de cães, e nem notícia de mais ataques do indivíduo suspeito dos envenenamentos.
Segundo João Menes o programa sobre o problema dos cães vadios que vem sendo realizado engloba também sensibilização da população sobre divulgação e implementação do Código de Posturas Municipais, relacionado com o assunto, para registo, castração e desparasitação dos cães, num trabalho conjunto com outras entidades, entre elas a Associação Nerina, a Delegação do Ministério da Educação e Delegacia de Saúde da Boa Vista.
O vereador reiterou que a câmara, por entender que envenenamento dos cães “não é solução”, efectuou trabalho de sensibilização em todos os povoados pedindo as pessoas cuidarem dos seu animais, para além da colocação de chips nos animais “em todos os povoados”.
“Neste momento, o processo está em jogar na segurança, pelo que a câmara municipal já ajudou criadores de gado na construção de 16 currais, já que os de que dispunham eram precários, processo que está em aberto e que vai abranger o máximo de criadores possíveis”, finalizou o vereador.

Dans la même catégorie