AIP Le nouveau comité directeur de la JCI Bouaflé investi Sénégal – Ziguinchor : Abdoulaye Baldé déplore le décès d’un militant dans des violences Sénégal : Des femmes investies pour les élections locales formées à la gouvernance territoriale Sénégal : Cérémonie de présentation du livre ‘’Mbass mi, Covid-19’’, mercredi à Blaise Senghor Sénégal – Ziguinchor : Seydou Sané réfute les accusations d’irrégularités Sénégal – Parcelles assainies : le manque de matériel et de personnel perturbe le vote à l’unité 14 Sénégal / Rufisque : Démarrage tardif, affluence et lenteurs dans plusieurs centres de vote Côte d’Ivoire- AIP : Le maire Assalé Tiémoko veut investir dans le capital humain à Tiassalé Côte d’Ivoire-AIP : L’OIA-Riz vise la souveraineté de la Côte d’Ivoire en matière de riz Côte d’Ivoire-AIP: Plus de cent tonnes de cacao brûlés dans un incendie à Tiassalé

Cabo Verde quer assinar “Tratado de Assistência Legal Mutua” com os Estados Unidos


  31 Juillet      61        Santé (12446), Société (37824),

   

Cidade da Praia, 31 Jul (Inforpress) – O embaixador de Cabo Verde nos Estados Unidos, Carlos Veiga, disse que o arquipélago pretende assinar um “Tratado de Assistência Legal Mutua” com os EUA para permitir o reconhecimento mútuo de sentenças estrangeiras em matéria de Direito de Família.

Em entrevista à Inforpress, o diplomata explicou que o “Tratado de Assistência Legal Mutua” (Mutual Legal Assistance Treaty) tem como objectivo permitir o reconhecimento mútuo de sentenças estrangeiras na área de Direito de Família, “sem necessidade de reconhecimento formal, para benefício dos nossos emigrantes e regularização em Cabo Verde do seu estado civil”.

Outra prioridade da sua missão nos Estados Unidos, sublinhou, é conseguir o terceiro compacto MCC/MCA e aprofundar a cooperação com aquele país nos domínios da segurança e defesa.

“As prioridades que me foram ditadas (e com as quais concordei) foram as de ultrapassar os “problemas” que se estavam a gerar com a deportação, quer no país, quer na relação com os EUA, aprofundar a cooperação nos domínios da segurança e defesa, concluir com êxito o segundo compacto e tentar um terceiro”, garantiu Carlos Veiga.

Reforçar a relação do país com a comunidade cabo-verdiana nos EUA, para conhecer melhor as competências existentes que possam ajudar no desenvolvimento de Cabo Verde, promover o país como destino do turismo e de investimentos americanos e facilitar relações no âmbito do AGOA (African Growth and Opportunity) também são, segundo o embaixador, outras apostas.

Para Carlos Veiga a relação entre Praia e Washington é boa e as autoridades americanas apreciam Cabo Verde pela sua estabilidade, democracia, boa governação, investimento no capital humano e seriedade.

CD/FP

Inforpress/ Fim

Dans la même catégorie


Article

  23 Janvier     6

Article

  23 Janvier     5

Article

  23 Janvier     9

Article

  23 Janvier     8