ANG Transportes terrestres/”Digitalização dos serviços de transporte é fundamental para dinamização da economia nacional”, diz José Carlos Esteves ANG Finanças/”O país não deve continuar a aprovar OGE sem prestação de contas anteriores”, diz Fodé Caramba Sanha ANG UEMOA/Ministro da Economia destaca crescimento de 5,75 por cento alcançado pela organização entre 2012/ 2022 ANP La Salle d’Arts Martiaux du Centre Technique de la FENIFOOT baptisée ‘’Dojo d’Abdoul Razak Issoufou Alfaga’’ AGP JO DE PARIS/FOOTBALL : LA GUINÉE JOUE CONTRE LA NOUVELLE ZÉLANDE CE MERCREDI À 15H GMT À NICE ACP Guerre dans l’est : la SADC appelée à s’assurer de l’opérationnalité de ses forces ACP Justice militaire : Corneille Nangaa et ses complices accusés de crimes de guerre ANP Revue du portefeuille des projets de la BM au Niger : les deux parties s’engagent à faciliter la mise en œuvre des projets Inforpress Presidente da República condecora FAO pelo “inestimável contributo” no desenvolvimento de Cabo Verde Inforpress São Vicente: CNAD faz coincidir exposição com data do centenário de Amílcar Cabral

CAN’2023/ Guiné-Bissau defronta hoje a Nigéria na quarta jornada de apuramento da competição


  27 Mars      265        Sport (13126),

 

Bissau,27 Mar 23(ANG) – A seleção nacional de futebol da Guiné-Bissau vai defrontar hoje no estádio 24 de Setembro em Bissau, a sua congénere da Nigéria na partida referente a quarta jornada de qualificação do Campeonato Africano das Nações (CAN’2023).

Os Djurtus, fizeram história na passada sexta-feira, 24 de março de 2023, ao vencer a seleção da Nigéria, em Abuja por uma bola sem resposta, na terceira jornada de qualificação do Campeonato Africano das Nações (CAN’2023).

Em jogos frente às seleções consideradas favoritas em África sempre a seleção nacional saiu com as derrotas, mas na sexta-feira o cenário foi diferente, a Guiné-Bissau alcançou o triunfo contra a Nigéria, o que lhe permitiu somar três pontos e liderar o grupo A.

Os Djurtus, deslocaram-se à capital da Nigéria e venceram a seleção local por 1 a 0, em partida da terceira jornada do apuramento para a maior competição africana em futebol, a realizar-se na Costa do Marfim, em março de 2024.

A Guiné-Bissau foi ‘grandioso’ frente a sua congénere da Nigéria, contra todas as previsões e contra todos os contratempos, garantindo assim uma vitória importante na luta pela qualificação para o próximo CAN.

Os pupilos do selecionador nacional, Baciro Candé, não entraram bem na partida até aos 15 minutos da primeira parte, mas melhorou bastante a partir do minuto 20, bloqueando completamente os principais jogadores da seleção da Nigéria, principalmente a estrela da equipa, o avançado, Vítor Osimhen.

Com estratégia bem elaborada pela equipa técnica, a Guiné-Bissau conseguiu equilibrar o jogo frente à Nigéria e aos 29 minutos da partida conseguiu fazer o único golo do desafio, por intermédio de Mama Baldé, o extremo que joga na primeira liga francesa de futebol.

Baldé recebeu uma assistência magistral do defesa central, Opa Sangante, no meio de dois defesas da Nigéria e fez uma receção fabulosa, colocando a bola no fundo da baliza, sem hipóteses para o guardião adversário.

Após o golo, a Guiné-Bissau cresceu bastante no jogo e teve uma ocasião para ampliar o marcador, através de Dalcio Gomes, após um grande passe de Fali Candé, mas acabou por desperdiçar esta oportunidade que deixou insatisfeita a equipa técnica nacional.

Na segunda parte, a seleção da Nigéria, orientada por José Peseiro entrou na partida fazendo duas alterações, mesmo assim não conseguiu romper a barreira defensiva nacional, graças ao bom trabalho de Sori Mané e Opa Sangante.

A formação adversária teve maior posse de bola durante a segunda parte, mas não conseguiu traduzir em golos e a partida terminou com a vitória da Guiné-Bissau.

A partida ficou marcada pelo excelente trabalho da equipa da arbitragem que esteve presente nos lances do jogo.

De salientar que a última vitória da Guiné-Bissau fora de casa aconteceu frente à seleção de Eswatini por 3 a 1, em partida do grupo I da qualificação para último CAN em Camarões.

Em relação a exibição dos jogadores da Guiné-Bissau, destaque vai para Fali Candé, Mama Baldé, Sori Mané, Opa Sangante e Alfa Semedo, que fizeram uma grande partida de futebol.

Cumprida a terceira jornada do grupo A, a seleção da Guiné-Bissau lidera com 7 pontos, graças a duas vitórias e um empate. Seguido pela Nigéria com 6.

A Serra tem 2 pontos e o São Tomé e Príncipe tem um ponto. As duas seleções empataram nesta terceira jornada por 2 a 2.

De acordo com o regulamento, qualificam-se para a fase final do CAN’2023, as duas primeiras equipas classificadas de cada grupo. A prova vai contar com a participação de 24 seleções africanas.

Nas últimas três edições, a Guiné-Bissau participou, nomeadamente no Gabão, no Egipto e nos Camarões, mas nunca qualificou-se para a fase seguinte. Marcando apenas dois golos na sua primeira participação no CAN em 2017 no Gabão, graças aos golos de Juary Soares e Piqueti Djassi

Dans la même catégorie