APS LES JEUNES INVITÉS À FAIRE BON USAGE DES RÉSEAUX SOCIAUX APS LE SAMES VA TENIR UN SIT-IN SILENCIEUX, LE 17 MAI APS RAMADAN : LA MAIRIE DE KAOLACK DÉCAISSE 35 MILLIONS DE FRANCS CFA POUR LES NÉCESSITEUX APS INCENDIE À L’HÔPITAL MAGATTE-LÔ : LE SAMES EXIGE UNE ‘’ENQUÊTE IMPARTIALE’’ APS DU MATÉRIEL ET DES VÉHICULES POUR LES SERVICES CHARGÉS DE LA GOUVERNANCE DE L’ÉTAT CIVIL APS POUR LA KORITÉ, LA RÉGION DE MATAM EST BIEN APPROVISIONNÉE EN DENRÉES ALIMENTAIRES, SELON LE SERVICE DU COMMERCE ANP Le Représentant résident du FMI pour le Niger assure au Président Mohamed Bazoum l’accompagnement de son Institution AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le ministère de l’Education nationale engagé dans l’amélioration de sa collaboration avec les éditeurs AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Lancement d’un nouveau magazine scientifique en ligne AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le paysage audiovisuel dominé par la forte audience des chaines du Groupe RTI (Etude)

CCP promove ciclo de cinema ambiental para sensibilização da sociedade civil


  14 Avril      17        Société (31847),

   

Cidade da Praia, 14 Abr (Inforpress) – O Centro Cultural Português promove nos dias 13, 20 e 27, na Praia, um ciclo de cinema ambiental visando despertar a consciência da sociedade civil para temas ligados à economia verde e azul e à justiça climática.
O evento, realizado em parceria com 350 Cabo Verde, enquadra-se no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, e tem como uma das prioridades a Agenda para o Clima e o Pacto Ecológico Europeu.
Abordada pela imprensa, a responsável do Centro Cultural Português (CCP), Andreia Mendes, explicou que tendo em conta a situação ambiental a nível mundial, esta mostra de filmes e documentários relacionados com esse tema, pretende sensibilizar a sociedade, sobretudo o público escolar, sobre a questão” importante para agora e para o futuro”.
Neste primeiro dia, o CCP recebeu alunos das escolas secundárias, Escola Técnica Cesaltina Ramos, do Liceu Domingos Ramos e do Liceu Pedro Gomes, e nos próximos dias será alargado ao público em geral.
Andreia Mendes salientou a importância desse público escolar, na divulgação das mensagens considerando este “melhores comunicadores”.
Nas três sessões, que decorrerão no auditório do CCP, serão apresentados documentários realizados por associações não governamentais locais, que integram o movimento 350 Cabo Verde, nomeadamente: Lantuna o documentário Conservar o que é nosso, Biosfera Cabo Verde, o documentário “As Ilhas Desertas”, e Maio Biodiversity Foundation o documentário Maio: um paraíso num oceano de plástico.
Para além deste ciclo de cinema, acrescentou, haverá ainda mais três actividades que se prendem com a promoção cultural dos estados membros com representação em Cabo Verde, bem como conversas nas escolas para falarem da União Europeia.
Ainda no âmbito do projecto Pró-Cultura, financiado pela União Europeia, co-financiado e gerido pelo Camões, Instituto Cooperação e a Língua, foi encomendado um espectáculo ligado ao mar para mais uma vez trazer a questão do ambiente.

Dans la même catégorie