ANP Niamey : Le Nouvel Ambassadeur du Sénégal présente la copie figurée de sa lettre de créance au Chef de la diplomatie nigérienne ANP Niger : La baisse des prix des hydrocarbures effective pour la période du 23 juillet au 31 août 2024 MAP SM le Roi félicite le président égyptien à l’occasion de la commémoration de la Révolution du 23 juillet MAP Ethiopie: au moins 146 morts dans un glissement de terrain dans le sud du pays AIB SND et diplomatie en couverture des journaux burkinabè AIB Yagha : 18 personnes dans le Conseil provincial des personnes âgées (CPPA) AIB Bazèga/ « Bedou magique »: Quatre présumés escrocs aux arrêts à Kayao pour un préjudice de 17 millions de FCFA AIB Nahouri : Les populations de Guelwongo réparent la route principale qui traverse le village AIB Nahouri/Commune de Ziou : Les populations de Toungou réalisent un ouvrage de franchissement de 75 mètres MAP Sous l’impulsion Royale, l’Afrique peut se prévaloir d’une « chaîne de savants et oulémas » fédératrice (ex-ministre-conseiller auprès de la Présidence sénégalaise)

Censo do Desporto vai aclarar novo modelo de gestão do desporto em Cabo Verde


  9 Mars      83        Sport (13117),

 

Cidade da Praia, 09 Mar (Inforpress) – O ministro do Desporto e da Juventude, Carlos Monteiro, disse esta quarta-feira, que Governo conta ter o estudo completo do I Censo do Desporto para implementação, no final de Maio, no quadro do novo modelo de governança desportiva.
O ministro do Desporto e da Juventude deu esta garantia, em entrevista à Inforpress, e avançou que os resultados preliminares das duas primeiras fases do I Censo do Desporto, que já vai na sua terceira e última fase de elaboração, foram recentemente tornados públicos e vão ajudar o Governo, federações, associações e demais agentes desportivos no modelo da governança do desporto cabo-verdiano.
Isto por acreditar que este recenseamento veio confirmar a necessidade de se investir mais no desporto feminino cabo-verdiano, porquanto 0,4% (por cento) encontram-se federados contra 11% masculinos, pelo que considerou que, doravante, definir políticas que ajudem a inteirar-se dos obstáculos que tem impedido que meninas e senhoras cheguem ao desporto federado.
“Isto aí é um esforço de vários departamentos governamentais, desde logo, já temos contactos com o ICIEG para nos ajudar a perceber e a ultrapassar esses obstáculos. Não será só com políticas a nível do desporto, mas terão de ser políticas a nível da educação, do acesso ao emprego, a nível da igualdade e equidade de género, políticas a nível da Saúde, bem como da saúde sexual e reprodutiva”, explicitou.
Tudo isto, realçou, poderá ajudar o País a melhorar este percurso por forma a que Cabo Verde tenha, cada vez mais, meninas e senhoras a praticar desporto federado, elevando assim, o nível das selecções femininas.
O I Censo do Desporto permite inteirar da caracterização das infra-estruturas desportivas existentes no País e conhecer o número de infra-estruturas desportivas, por tipologia, concelho e propriedade, o número de instalação desportiva por cada 10.000 habitantes, a área desportiva útil, bem como avaliar a qualidade das infra-estruturas desportivas do País.
Executado em todo o território nacional, de Fevereiro a Março de 2022, pelo IDJ, enquanto órgão responsável pela gestão de todo o sistema desportivo no País, e pelo INE, o I Censo de Desporto tem o propósito de produzir e difundir, de forma eficiente, informação estatística de qualidade, isto é, fiável, actual e pontual.
Financiado pelo Banco Mundial, no âmbito do projecto Harmonização e Melhoria das Estatísticas na África Ocidental, pretende-se, ainda com o Censo do Desporto reforçar o sistema estatístico dos países participantes e dos organismos regionais em África para produzir, divulgar e melhorar a utilização das principais estatísticas económicas e sociais.
Já em relação aos próximos Jogos Olímpicos e paralímpicos, Carlos Monteiro enfatizou que o Governo tem estado em contactos com o Comité Olímpico e Paralímpico de Cabo Verde, visando a criação de condições dignas da delegação cabo-verdiana aos jogos de Paris’2024, esperançado na qualificação por mérito e/ou “wild-card” dos atletas.
Carlos Monteiro assegurou que o executivo estará lado-a-lado com os comités para garantir a participação digna dos atletas cabo-verdianos nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Paris que se realizam no Verão de 2024.

Dans la même catégorie