GNA Covid-19, more people queue to vaccinate in New Juaben North GNA Government cannot renege on its responsibility – Tema East MP GNA Ayorkor Botchwey calls for strengthening of Ghana-São Tomé and Príncipe relation GNA Give financial institutions confidence to lend to private sector– Dalex GNA AfCFTA/China sign MoU on establishing Expert Group on Economic Cooperation APS ATELIER DE RESTITUTION SUR LA RÉFORME DES TEXTES RELATIFS À LA DÉCLARATION DE PATRIMOINE, MARDI APS MOLY KANE REMPORTE LE POULAIN D’OR DE LA 27E ÉDITION DU FESPACO APS MACKY SALL PLAIDE POUR UN FONDS AFRICAIN DE PROMOTION DU CINÉMA APS COVID-19 : UN DÉCÈS ET 2 NOUVEAUX CAS APS CANCER DU COL DE L’UTÉRUS ET DU SEIN : 217 FEMMES DÉPISTÉES À TOUBA

Colectânea Princípios e Direitos Fundamentais do Trabalho veio colmatar lacuna a nível das normas da OIT- Mónica Ramos


  28 Janvier      75        Emploi (304), Société (36497),

   

Cidade da Praia, 28 Jan ( Inforpress) – A coordenadora nacional do Sistema de Preferências Generalizadas (SPG+), Mónica Ramos, disse hoje que a Colectânea Princípios e Direitos Fundamentais do Trabalho veio colmatar lacunas a nível das normas da Organização Internacional do Trabalho (OIT).
Segundo Mónica Ramos, que falava em entrevista à Inforpress, o documento em apreço que será apresentado à margem da sessão de encerramento do projecto de Apoio à Aplicação Efectiva das Normas Internacionais do Trabalho, no âmbito SPG, veio colmatar uma lacuna que existe a nível da apropriação jurídica dos princípios e direitos fundamentais do trabalho, principalmente os que dizem respeito às oito concepções fundamentais da OIT.
“Constatamos durante o projecto que a comunidade jurídica não recorre às convenções da OIT para interpretar aquilo que são as disposições nacionais. Então, para facilitar essa apropriação fizemos essa colectânea que irá perimir à comunidade jurídica ter em mãos os instrumentos internacionais em matéria de Direito de Trabalho, ratificadas por Cabo Verde e poderem assim complementar o direito nacional”, destacou Mónica Ramos.
Conforme explicou, a colectânea traz as normas relativamente ao Direito de Trabalho, o estrato nacional e o estrato das disposições nacionais aplicáveis em matéria de trabalho infantil, de trabalho forçado, de igualdade e não discriminação, de liberdade sindical e promoção da negociação colectiva.
CD/FP

Dans la même catégorie