ANP Niger : Le gouvernement se penche sur le phénomène de la mendicité dans le pays ANP Le Président de la République nomme un nouveau président de l’Autorité de lutte contre la corruption au Niger ANP Niger : Les épreuves écrites de la session 2021 du baccalauréat, prévues pour le 27 juillet, reportées au 4 août prochain ANP Le Niger se dote d’une stratégie nationale de couverture sanitaire universelle pour la période 2021-2030 ACAP Ouverture à Bangui des travaux de la Table-ronde du secteur forestier ACAP Les Magistrats recommandent l’engagement systématique des poursuites disciplinaires à l’encontre des juges indélicats ACAP Le gouvernement condamne les exactions perpétrées près de Bossangoa ACAP Le Ministre de la Justice s’entretient avec l’Ambassadeur de France en Centrafrique GNA Government to establish girls STEM SHS in Accra GNA Murdered Constable Emmanuel Osei laid to rest

Comunicação social/Diretor-geral da TGB acredita que o processo da efetivação dos estagiários de órgãos públicos está na sua fase final


  21 Juin      9        Emploi (294),

   

Bissau, 21 Jun 21 (ANG) – O Diretor-geral da Televisão da Guiné-Bissau (TGB) disse acreditar que o processo da efetivação dos estagiários de órgãos públicos de comunicação social está na sua fase final.

Amadú Djamanca que falava numa auscultação feita esta segunda-feira pela ANG afirmou que depois de o ministro, Fernando Mendonça assumir a pasta de Comunicação Social, inteirou-se do dossiê de efetivação, tendo chamado a atenção à todos no sentido de concluir o processo, que, segundo Djamanca, não tinha necessidade de tanta demora.
Disse que está a aguardar que nos próximos dias seja enviada a lista de 100 pessoas apuradas para o Ministério da Função Pública para a conclusão do processo no seu parâmetro legal.

O Diretor da TGB informou ainda que o referido processo de efetivação dos estagiários dos órgão públicos é um processo de desde 2010/2011 quando Adiato Djaló Nandigna ocupava a pasta do Ministério da Presidência do Conselho de Ministros, Assuntos Parlamentares e Comunicação Social, acrescentando que desde essa altura houve várias tentativas falhadas de efetivação do pessoal em causa.

“Nós quando assumimos a função de Diretor lembramos a nossa tutela sobre a existência de um processo que nunca concluiu, por diversas dificuldades na sua concretização. Graças ao bom senso da então ministra da Administração Pública e o atual ministro das Finanças, que tiveram a sensibilidade de compreender que não há necessidade de realização de concurso público, excepto a educação e saúde”, referiu Jamanca.

Disse que o ministro da Comunicação Social, Fernando Mendonça percebeu a natureza do processo e que hoje está quase na recta final, sustentando que o ministro deu orientações para que seja o próprio órgão a indicar quem tem o direito de ser efetivado, acrescentando que é o próprio órgão que conhece seus trabalhadores e não a Comissão de Júri ou Ministério.

Informou que desde junho de 2020 que a sua direção fez a seleção dos estagiários que devem ser efetivados.

O Diretor da Rádio Difusão Nacional (RDN), Mama Saliu Sané disse a próposito que os documentos dos referidos estagiários já estão, há uma semana, no Ministério da Comunicação Social, e que cabe agora à esse ministério fazer o seu trabalho.

Salientou que sempre defendeu a realização do concurso público para serem admitidos os que podem dar conta de recado, não pelo fato de estarem na rádio há mais de 12 ou 15 anos.

A efetivação, segundo Sané, vai ser uma forma de legitimar as pessoas para que possam sair naquela situação de indefinição.

Garante que enquanto diretor não haverá mais o compromisso das pessoas que vão ficar 10 ou 15 anos para dizerem no fim que demoraram no órgão, salientando que a questão não está em fazer muito tempo no órgão, mas sim a pessoa deve ter a qualidade.

O DG da RDN pediu ao governo para prestar atenção aos órgãos públicos no sentido de lhes apetrechar de meios para poderem trabalhar para a boa imagem do governo e Estado no seu todo.

Saliu frisou que não é aceitável que uma rádio privada tenha mais meios do que a emissora pública, porque a máquina de informação de propaganda do Estado está nos órgãos públicos, sobretudo rádio.

Acrescentou que o Estado deve velar para os órgãos de comunicação públicos porque está aí sua imagem que deve ser vendida.

“Há necessidade de o governo perceber investir na rádio, para promover as suas próprias ações. Quando tem falha na parte privada, nós os órgãos públicos temos o papel de compôr a boa imagem do governo, nesse sentido esses órgãos devem estar apetrechados de meios”, sublinhou.

Por seu lado, Salvador Gomes, Diretor-geral da Agência de Notícias da Guiné (ANG), disse que já se passou muito tempo nesse processo, acrescentando que a ANG precisa de pessoas selecionadas para efetivação, porque trabalham em regime de estagiário e já estão a demonstrar uma certa desmotivação.

“A Comissão encarregue de fazer o trabalho do processo de efetivação devolveu à cada órgão, os dossiês dos candidatos e a carta que acompanhou aqueles documentos diz que cada órgão deve fazer a seleção de pessoas para efeito de efetivação, e os candidatos seleccionados e os seus dossiês vão ser devolvidos ao Ministério da Comunicação Social”, frisou.

De acordo com Gomes, a direção da ANG já devolveu os referidos dossiês ao Ministério para depois serem encaminhados ao Ministérios da Função Pública.

Disse esperar que esta efetivação seja feita através de uma via mais fácil porque o seu órgão tem estagiários que já fizeram muitos anos, e quer os enquadrar.

“Temos estagiários que queremos enquadrar, existem outros mais à altura e outros menos. Acho que é uma coisa que pode ser ultrapassada. Depois da efetivação pode ser promovida uma reciclagem para aqueles que têm mais necessidades para poderem ultrapassar seus níveis de deficiência”, disse.

Um total de 100 funcionários de quatro órgãos de comunicação social estatal (ANG, Jornal Nô Pintcha, RDN e TGB) aguardam pela efectivação na administração pública há vários anos.

Dans la même catégorie