APS COACH DES LIONNES : LA FÉDÉRATION PRIVILÉGIE LA CONTINUITÉ EN MISANT SUR YACINE MESSAOUDI (PRÉSIDENT) APS LANCEMENT DE LA DEUXIÈME ÉDITION DU GRAND CARNAVAL DE DAKAR APS APRÈS OMAN, LES LIONS ONT DÉFAIT LES EMIRATS ARABES UNIS APS CONFÉRENCE DE PRESSE DE LANCEMENT DU FESPACO À DAKAR, LUNDI APS A DAKAR ET MBOUR, DES RESTAURANTS LABELLISÉS ’’ZÉRO DÉCHET’’ APS LE FOOTBALLEUR MAKHÈTE DIOP RACONTE SON EXPÉRIENCE DANS LE GOLFE DANS UN OUVRAGE MAP Calvaire des populations de Tindouf et violences contre les migrants: l’Algérie devant ses responsabilités APS MAME FAMEW CAMARA EXPLIQUE L’IMPORTANCE DE LA PLACE DE LA FEMME DANS SES ŒUVRES APS CETTE RENCONTRE CONTRE LES EMIRATS ARABES UNIS EST UTILE (COACH) GNA Africa should address challenges of Covid-19 – President Akuffo Addo

Cooperação/“UNILAB já formou mais de 590 estudantes guineenses em dez avos de existência” diz a Proreitora Artimisa Monteiro


  11 Mai      3        Education (5191),

   

Bissau, 11 Mai 21(ANG) – A Universidade de Integração Internacional da Lusofonia AfroBrasileira(UNILAB) já formou 590 estudantes em dez anos da sua fundação, disse hoje a sua Proreitora para Guiné-Bissau.
Artimisa Candé Monteiro que falava aos jornalistas após o encontro com o Presidente da República, disse que aquela Universidade tem mais contingentes guineenses, e que neste momento conta com mais de 600 estudantes em diversas áreas.

“Estamos aqui para fazer parcerias com as instituições do país nomeadamente os ministérios da Agricultura, Saúde e outros para podermos ter a mobilidade académica, a fim de os estudantes da UNILAB virem fazer um intercâmbio de estágios entre os dois países principalmente na área de saúde, conhecendo assim as duas realidades”, disse.

Segundo Candé Monteiro, todos os anos a UNILAB disponibiliza 143 vagas de bolsas de estudo para a Guiné-Bissau, em diversas áreas.

A UNILAB foi fundada à 20 de Julho de 2010 , em Ceará no Brasil e congrega todos os estudantes dos países da CPLP nomeadamente Cabo Verde, São Tomé e Principe, Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e incluindo a própria República Federativa do Brasil.

O Chefe de Estado ainda recebeu o Sindicato Nacional dos Oficiais de Justiça, e à saída da audiência, o seu presidente disse à imprensa que abordaram com Umaro Sissoco Embaló aspectos ligados com a implementação do estatuto remuneratório dos oficiais de justiça, que já foi aprovado na Assembleia nacional Popular, mas que se encontra na Presidência da República para efeitos de promulgação.

Filipe Na Bale disse que Umaro Sissoco prometeu diligenciar junto do executivo no sentido de ver aprovado em Conselho de Ministros o projeto dos estatutos remuneratório dos oficiais de justiça, assim como o projeto-lei sobre a orgânica das secretarias judiciais e privativas do Ministério Público que estão na Assembleia Nacional Popular para efeito de agendamento.

Na Bale disse que também discutiram com o chefe de Estado aspetos ligados à promoção nas duas magistraturas judiciais, promulgada desde 2018, mas que não está a ser aplicada.

A direcção da recém criada Associação dos Comerciantes do Mercado de Bandim(ACMB), foi igualmente recebida pelo Presidente da República.

A ACMB apresentou ao Presidente da República seus projetos, de curto e longo prazo, para a “dignificação” do maior centro comercial do país, nos aspectos de saneamento, melhoria do edifício e outros.

Dans la même catégorie