MAP Le Rwanda adopte des mesures strictes pour contrer une troisième vague de Covid-19 MAP Le Niger et le Nigeria confrontés à une « crise nutritionnelle majeure » chez les enfants (MSF) MAP Elections en Ethiopie : fermeture des bureaux de vote (Conseil national électoral) MAP Rabat abrite l’exposition « Delacroix, souvenirs d’un voyage au Maroc », une première en Afrique et dans le monde arabe MAP La CAF veut rendre le football africain plus compétitif (Président) APS SÉNOBA : LES POPULATIONS DÉPLORENT LE MANQUE D’EAU ET D’ÉLECTRICITÉ GNA Infant jaundice: what public needs to know and do? GNA Kenyan MP commends Ghana’s COVID testing speed GNA World Refugee Day: Ghana’s refugee population stands at 14,000 GNA 94 per cent of children fear unemployment in future

Covid-19: Projecto Superar ensina jovens de Santo Antão e Maio a fabricar viseiras


  18 Avril      24        Innovation (69),

   

Porto Novo, 18 Abr (Inforpress) – Jovens das ilhas de Santo Antão e do Maio estão a ser formados a nível de fabricação digital de viseiras, no âmbito do projecto “Superar” a epidemia de covid-19 nas duas ilhas, co-financiada pela cooperação portuguesa.

Segundo uma nota da coordenação deste projecto, promovido pela Associação para a Defesa do Património de Mértola (Portugal), foram já formados dez jovens em Santo Antão, prevendo-se, para a próxima semana, contemplar outro grupo de jovens na ilha do Maio.

A formação sobre a fabricação digital de viseiras está a ser dirigida pelo director da associação portuguesa “Buinho”, que promove a criatividade, colaboração e inovação em territórios rurais.

No quadro do projecto Superar, a cooperativa das Mulheres Empreendedoras do Porto Novo, que já produziu duas mil máscaras comunitárias no âmbito de uma criação de uma linha de máscaras comunitárias para distribuir, sobretudo, aos operadores económicos.

As máscaras constituem “mais um importante contributo” deste projecto com vista a “responder às necessidades de protecção individual dos empresários em contacto com o público”, segundo a coordenação do projecto Superar.

O projecto “Superar”, que abrange, também, as ilhas de São Vicente e do Maio, é co-financiado pelo Instituto Camões e conta ainda com a parceria das associação Mundo Verde e do Instituto de Turismo de Cabo Verde, além das câmaras municipais de Santo Antão.

Este projecto consiste no apoio à adopção de medidas para enfrentar a covid-19 em Cabo Verde, ajudando os operadores turísticos a enfrentarem as dificuldades com que se deparam actualmente.

O projecto, com duração de um ano, vai permitir às empresas e aos operadores turísticos enfrentarem “as dificuldades” criadas pela pandemia de covid-19 e retomarem “de forma segura” as suas actividades, segundo os promotores.

Dans la même catégorie