MAP Le Rwanda adopte des mesures strictes pour contrer une troisième vague de Covid-19 MAP Le Niger et le Nigeria confrontés à une « crise nutritionnelle majeure » chez les enfants (MSF) MAP Elections en Ethiopie : fermeture des bureaux de vote (Conseil national électoral) MAP Rabat abrite l’exposition « Delacroix, souvenirs d’un voyage au Maroc », une première en Afrique et dans le monde arabe MAP La CAF veut rendre le football africain plus compétitif (Président) APS SÉNOBA : LES POPULATIONS DÉPLORENT LE MANQUE D’EAU ET D’ÉLECTRICITÉ GNA Infant jaundice: what public needs to know and do? GNA Kenyan MP commends Ghana’s COVID testing speed GNA World Refugee Day: Ghana’s refugee population stands at 14,000 GNA 94 per cent of children fear unemployment in future

Covid-19: UE vai colocar à disposição de Cabo Verde mecanismo para revenda ou doação de vacinas


  10 Février      17        Santé (10768), Société (33366),

   

Cidade da Praia, 10 Fev (Inforpress) – Cabo Verde irá beneficiar de um mecanismo da União Europeia para facilitar a revenda ou doação de vacinas contra a covid-19 a países terceiros, além das doses a adquirir através da plataforma covax, informou a embaixadora da União Europeia.
Sofia Moreira de Sousa falava,terça-feira, na cidade da Praia, no final de um encontro dos embaixadores da União Europeia (UE) e dos Estados-membros presentes em Cabo Verde com o ministro da Saúde e Segurança Social cabo-verdiano, Arlindo do Rosário, para discutir os desafios no sector da saúde no geral e os causados pela pandemia em particular.
“A Comissão Europeia está a trabalhar na criação de um mecanismo europeu para facilitar a revenda e doação a países terceiros das vacinas que União Europeia conseguir já numa primeira negociação com farmacêuticas”, disse.
Este pacote, segundo afirmou, além de se destinar aos cidadãos europeus e residentes na União Europeia, está também estendido a países da vizinhança e a países do continente africano, pelo que, disse, “Cabo Verde também poderá ser e será seguramente abrangido”
Ainda nas suas declarações, a diplomata manifestou satisfação pelo facto de Cabo Verde estar entre o primeiro lote de países a receber vacinas contra a covid-19 através da plataforma Covax, promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Aliança Global para as Vacinas, que conta com financiamento de 870 milhões de euros da União Europeia para aquisição de 1,3 mil milhões de doses para 92 países de baixo e médio rendimento.
Cabo Verde, que irá receber de 220 mil doses, entra neste grupo, segundo afirmou a embaixadora da UE, enquanto um país de rendimento médio e também graças ao esforço nacional no sentido de dar resposta a pandemia.

Dans la même catégorie