GNA Ghana resolving EU threats over illegal fishing APS LE PROJET ’’PERMETTRE LA VENTE CROISSANTE DE FOYERS AMÉLIORÉS’’ LANCÉ À KAOLACK APS UN PROJET PROMOUVANT UNE « CUISINE RESPECTUEUSE DU CLIMAT » PRÉSENTÉ À TAMBACOUNDA GNA GOIL’s 52nd AGM slated for June 24 APS COSAFA CUP : LE SÉNÉGAL DANS LA POULE DU ZIMBABWE, DU MOZAMBIQUE ET DE LA NAMIBIE APS VERS UNE RÉFORME AUTORISANT LA DOUBLE NATIONALITÉ EN MAURITANIE APS LES ARTISTES LOCAUX À L’HONNEUR À LA 2E ÉDITION DU SALON « DAKAR MUSIC EXPO » ANP COMMUNIQUE DU CONSEIL DES MINISTRES APS MODE ALTERNATIF DE CUISSON : VERS LA VENTE DE PRÈS DE 800.000 FOYERS AMÉLIORÉS APS LA COSAFA CUP PERMETTRA D’AVOIR ’’UNE COMPÉTITION DANS LES JAMBES’’ (DTN)

Covid-19/Relatório considera que Organização Mundial da Saúde « perdeu um mês » na luta contra a pandemia


  12 Mai      8        Santé (10725),

   

Bissau, 12 Mai 21 (ANG) –  Um Grupo de especialistas considerou hoje que a Organização Mundial da Saúde demorou demasiado tempo a declarar o estado de urgência devido à covid-19 e a restringir as viagens internacionais, sugerindo ainda que deve haver um novo sistema de mundial de investigação a este tipo de doenças.

Se as restrições das viagens tivessem sido impostas rapidamente, com maior amplitude, isso teria constituído um verdadeiro entrave à propagação do vírus« , avisou Helen Clark, antiga primeira-ministra da Nova Zelândia e membro do grupo de especialistas que lançou hoje o relatório « Covid-19: A última pandemia », em Genebra, na Suíça.

Este documento elaborado por figuras independentes considera que a Organização Mundial da Saúde demorou demasiado tempo a declarar o estado de emergência e a proibir as viagens entre diferentes países, alegando que se « perdeu um mês » para travar a pandemia da covid-19.

Também as regras sanitárias internacionais devem ser revistas de forma a uniformizar as respostas entre todos os países, evitando uma corrida desenfreada a dispositivos médicos como aconteceu nos primeiros meses da pandemia.

Este grupo independente considera ainda que é preciso um novo sistema de investigação sobre os surtos iniciais das diferentes doenças, munindo assim a Organização Mundial da Saúde de mais meios e capacidades de enviar equipas para o terreno.

Outra recomendação feita por este grupo de especilistas independentes é que o mandato do diretor da Organização Mundial de Saúde não deve ser renovável de modo a manter a sua independência política.

Dans la même catégorie