MAP L’ambassadeur de SM le Roi au Caire présente ses lettres de créance au Président égyptien MAP Kenya: huit corps retrouvés dans une décharge à Nairobi (nouveau bilan) APS AG de la FSF : le comité exécutif va proposer la date du 21 septembre (président) ANP Les leaders Arabes d’Agadez et Tahoua reçus par le Président du CNSP APS Acteurs politiques, société civile et universitaires planchent sur l’intégrité du système électoral APS Zone des Niayes : des producteurs listent les défis et proposent des solutions APS Le président Faye aborde les urgences sociales, la fiscalité, l’emploi, ses rapports avec le Premier ministre, etc APS AVC: un neurologue alerte sur les cas d’hospitalisations de sujets de plus en plus jeunes AIP La lutte contre la déforestation devrait s’inscrire dans un cadre de coopération sud-sud (Le président CESEC) MAP Niger : 22 terroristes « neutralisés » par l’armée dans l’ouest

Eliminatória Mundial 2026/Luís Boa Morte diz que o importante é “os Djurtus” saberem encarar o jogo frente ao Egipto


  10 Juin      9        Sport (13080),

 

Bissau,10 Jun 24(ANG) – O Treinador da Seleção Nacional de Futebol “Djurtus”, Luís Boa Morte, afirmou no Domingo que a seleção de Egipto é das melhores a nível do continente africano e a nível mundial, devido aos talentos que tem, mas o que o mais importante é os “Djurtus” saberem encarar o jogo e transmitir as qualidades que têm durante a partida, sendo que a seleção nacional tem poderio como qualquer equipa no mundo.

Luís Boa Morte falava à imprensa na antevisão do jogo da quarta jornada da fase do apuramentos para o mundial 2026, a disputar esta segunda-feira,contra a seleção do Egito, no Estádio Nacional 24 de Setembro, em Bissau.
Na ocasião, disse que o último teste contra a Etiópia foi complicado para a seleção nacional, mas que mesmo assim é preciso olhar para frente tendo em conta a vontade demonstrada no treino de fazer melhor, a fim de vencer o jogo contra o Egito.

“Serei o primeiro a assumir o erro e a responsabilidade caso algo não corra bem, porque os jogadores vão fazer o que nós, a equipa técnica pedirmos e eu, como líder, tenho que assumir as culpas”, salientou Boa Morte.

Acrescentou que o balneário está bem, porque todos têm a consciência de que poderiam ter feito melhor contra a seleção da Etiópia, frisando que não podem estar a falar sobre um resultado ao qual estão a procura.

Em nome dos jogadores, um dos capitães, Alfa Semedo disse que os jogadores treinaram o suficiente, corrigiram os erros cometidos no jogo passado contra a Etiópia para o jogo contra a seleção do Egito, que querem vencer para pontuar e poder estar mais perto da classificação.

“Estamos aqui para lutar, a fim de ganhar todos os jogos e sabemos que não vai ser possível. O povo guineense deve continuar a acreditar em nós, porque estamos aqui para fazer tudo o que for possível para dar al
egria aos guineenses”, garantiu

Dans la même catégorie