APS CHAN 2023 : ‘Madagascar va tout donner pour battre le Sénégal (entraineur) AIP La 2e édition du cross Joseph Tarègue lancée à Bouaké APS L’Etat va tout faire pour éviter un nouvel incendie au marché Ocass de Touba (Antoine Diome) APS Aliou Sow appelle les maires à investir dans le développement culturel APS Les migrantes, héroïnes négligées du développement économique APS Abdou Karim Fofana :  »Le Sénégal est propriétaire de son Train express régional. » APS Les activités de la 7e FIKA officiellement lancées APS Dakar remporte le grand prix Douta Seck du Fesnac AIP Laurent Gbagbo appelle à la mise en place d’une brigade anti-terroriste ouest africaine AIP Suppression des produits optionnels : Des délégués de la MUGEF-CI dénoncent un « brigandage assurantiel »

Finanças/Governo francês apoia execução do Orçamento Geral do Estado de 2022


  5 Octobre      4        Economie et Finance (276),

   

Bissau, 05 Out 22 (ANG) – Uma missão do Governo francês de apoio orçamental, vai estar no país entre os dias 04 à 07 do corrente mês, para iniciar contactos com as autoridades nacionais para determinar as modalidades de apoio para a execução do Orçamento Geral do Estado, 2022.
O apoio, de três milhões de euros, tinha sido anunciado pelo Presidente Francês Emmanuel Macrom, em declaração conjunta com seu homólogo guineense Umaro Sissoco Embalo, no final de visita de 24 horas que efectuou ao país no pasado mês de agosto deste ano.

Segundo a nota do Gabinete de Assessoria de Imprensa do Ministério ds Finanças, a ANG teve acesso, a missão reuniu-se terça-feira com o ministro das Finanças Ilídio Vieira Té , na presença dos Secretários de Estado do Orçamento e Assuntos Fiscais, João Alberto Djata e do Tesouro, Mamadu Baldé.

Informou que a missão é chefiada pelo Conselheiro Financeiro para África na Direção-Geral do Tesouro francês Yves Charpentier.

De acordo com a nota, a missão revela que, as relações entre os dois países, Guiné-Bissau e França são excelentes », realçou, considerando o sector de caju como estratégico para a Guiné-Bissau na mobilização de receitas públicas.

Informou que o ministro das Finanças Ilídio Vieira Té abordou com a missão, entre outros assuntos, abertura da Escola francesa, execução orçamental, massa salarial, quadro fiscal e inflação.
O Embaixador da França na Guiné-Bissau, Terence Wills falou no « renascimento da cooperação entre Bissau e Paris », destacando, aquilo que chama, « missão magnífica do Presidente Umaro Sissoco Embaló a França ».
O diplomata francês disse que, a missão simboliza a retoma plena da assistência financeira francesa à Guiné Bissau, suspensa há mais de vinte anos, alegando ser graças ao empenho do Presidente Embaló.

O documento revelou que a missão financeira francesa vai permanacer no país até sexta-feira para inteirar-se do contexto macroeconómico e, fiscal da Guiné-Bissau e acompanhar as negociações com o Fundo Monetário Internacional, FMI.

Acrescentou que a missão irá conhecer a situação das finanças públicas e as reformas em cursos na administração pública, assim como, recolher as informações necessárias com vista a apoiar a execução orçamental.
“Em Maio de 2021, o governo francês desembolsou 1,5 milhões de euros, no âmbito de apoio orçamental, 2021, cuja parte substancial se destinava ao sector de Saúde, num montante de 1,3M€ para pagar os técnicos envolvidos no combate à Covid-19, sendo, a parte remanescente de 200.000 euros é consignada à gestão de base de dados dos efectivos da Função Pública”, recorda a nota do Gabinete de Assessoria de Imprensa do Ministério das Finanças.

Dans la même catégorie