MAP Accra: La Cédéao décide de maintenir la suspension de la Guinée de toutes ses instances et réclame la tenue des élections dans un délai de six mois (Communiqué) MAP Neuf civils tués dans une frappe aérienne au Nigeria (officiel) MAP Guinée: fin du premier épisode du virus de Marburg en Afrique de l’Ouest (OMS) MAP Le gouvernement éthiopien appelle à une action immédiate pour ramener une centaine de camions pas revenus du Tigray GNA ASF Outbreak: Over 200 pigs dead, seven farms affected GNA Felix Annan ends 10-year stay with Kotoko APS AFROBASKET 2021 : LES LIONNES ENTRENT EN LICE FACE À LA GUINÉE, SAMEDI APS CORONAVIRUS : 01 DÉCÈS ET 26 NOUVELLES INFECTIONS ANNONCÉS INFORPRESS São Vicente: Presidente da UCID volta a apelar para mudança de medida de coacção de Amadeu Oliveira “que está doente” INFORPRESS Futebol: Cabo Verde mantém-se no 77º lugar do ranking da FIFA

FMI vai continuar a apoiar Cabo Verde na implementação das reformas para o crescimento sustentável


  16 Mai      40        Economie (13076), Finance (551), Photos (4403),

   

Cidade da Praia, 16 Mai (Inforpress) – O vice-director do Fundo Monetário Internacional (FMI), Tao Zhang, reiterou esta quarta-feira, na Cidade da Praia, o compromisso da organização de continuar a apoiar os esforços de Cabo Verde na implementação das reformas, visando um crescimento inclusivo e sustentável.
Tao Zhang que falava em conferência de imprensa conjunta com o Vice-primeiro-ministro, e ministro das Finanças, Olavo Correia, no quadro da visita de três dias que efectua a Cabo Verde, disse que graças à implementação de reformas, a economia cabo-verdiana tem passado por um “crescimento robusto”, com inflação baixa e uma posição externa forte.
Contudo, salientou que o país, precisa agora de “almofadas” suficientes que possam reforçar aquilo que, na sua perspectiva, são bons indicadores económicos, comparando com outros países da região.
“O Governo tem de conseguir ultrapassar novos desafios para conduzir a economia para novos níveis. A Economia já recuperou de forma sólida, a taxa de crescimento encontra-se na ordem dos 5,5% e a taxa de inflação está controlada. Naturalmente, que muito mais é necessário fazer, não só em termos de reformas estruturais, como também em termos de fazer tudo para garantir um desenvolvimento económico sustentável e inclusivo”, sustentou.
MJB/JMV

Dans la même catégorie