MAP Eliminatoires Mondial Costa Rica (Dames/U20): le match Bénin-Maroc interrompu en raison des intempéries ANP Présidentielle de février 2021 au Niger : Mahamane Ousmane réclame toujours la victoire. GNA Shai-Osudoku Assembly inaugurates classroom project AIP L’UDPCI planche sur son avenir et la situation sociopolitique nationale AIP Emmanuel Ahoutou prend fonction à la tête du Comité de privatisation AIP Le Trésor booste sa stratégie de mobilisation des recettes non fiscales AGP Guinée/Santé : Les regroupements et manifestations de masse autorisés à partir du lundi 27 septembre 2021 (ANSS) AGP Mamou-Coopération: Les nouvelles autorités de Mamou et celles de Kabala, ouvrent officiellement la frontière Guinéo-Sierra Leonaise AGP Guinée : La sage-femme Marie Condé revient sur les grandes lignes de la concertation de l’ONSFMG avec le CNRD GNA MTN donates GHC 100,000.00 to Otumfuo Education Fund

Governo anuncia “amplo programa” de economia social e solidária para pessoas com deficiência


  23 Juillet      20        Economie (13151),

   

Cidade da Praia, 23 Jul. (Inforpress) – O Governo anunciou quinta-feira que vai trabalhar e materializar um “amplo programa” de economia social e solidária para apoiar as pessoas com deficiência, no acesso ao desporto e no reforço e consolidação das ONG que lidam com este segmento da sociedade.
O anuncio foi feito pelo ministro da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, que explicou que esta estratégia passa pela criação das condições de maior proximidade e introdução de mecanismos de financiamentos que permitam o recrutamento de pessoas especializadas mais próximas da comunidade, visando uma verdadeira integração,
Fernando Elísio Freire falava durante um encontro de socialização das políticas e medidas do Governo com as ONG e associações que actuam na área das pessoas com deficiência.
O governante prometeu dar o “devido protagonismo” às organizações da sociedade civil e ONG de execução e promoção destas políticas.
O ministro adiantou que o Executivo está a trabalhar, igualmente, no sentido de, rapidamente, apresentar ao País uma estratégia nacional para a inclusão de pessoas com deficiência, alinhada com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) do País e com a realidade das famílias.
“Nesta legislatura, o nosso objectivo é chegar a todas as famílias que têm uma criança com deficiência e vulnerável, permitir-lhes o acesso a rendimento social de inclusão. Também, a nível da saúde, permitir o acesso a todas as famílias que têm pessoas com deficiência ou que precisam de cuidados especiais, acesso à saúde de forma gratuita”, sublinhou.
A nível da educação, destacou o acesso gratuito das pessoas com deficiência desde o pré-escolar até ao ensino superior, passando pela formação profissional, prometendo fazer com que a lei de base de pessoas com deficiências seja cumprida, com enfoque essencial na promoção do emprego, dos direitos e a eliminação da discriminação.
O Governo, clarificou, vai trabalhar no sentido das instituições públicas “com responsabilidades de eliminar a discriminação que neste momento existe para as pessoas com deficiência no acesso a edifícios públicos sejam removidos”.
O reforço da rede de cuidadores de crianças com deficiência, do acesso a pré-escolar, a creches foi prometido pelo governante, para que as crianças e as famílias com responsabilidades sobre crianças com deficiência possam ter acesso gratuito e de forma continuada.

Dans la même catégorie