GNA Covid-19, more people queue to vaccinate in New Juaben North GNA Government cannot renege on its responsibility – Tema East MP GNA Ayorkor Botchwey calls for strengthening of Ghana-São Tomé and Príncipe relation GNA Give financial institutions confidence to lend to private sector– Dalex GNA AfCFTA/China sign MoU on establishing Expert Group on Economic Cooperation APS ATELIER DE RESTITUTION SUR LA RÉFORME DES TEXTES RELATIFS À LA DÉCLARATION DE PATRIMOINE, MARDI APS MOLY KANE REMPORTE LE POULAIN D’OR DE LA 27E ÉDITION DU FESPACO APS MACKY SALL PLAIDE POUR UN FONDS AFRICAIN DE PROMOTION DU CINÉMA APS COVID-19 : UN DÉCÈS ET 2 NOUVEAUX CAS APS CANCER DU COL DE L’UTÉRUS ET DU SEIN : 217 FEMMES DÉPISTÉES À TOUBA

Guiné-Bissau: PRS apresenta programa eleitoral


  17 Décembre      97        Politique (19142),

   

Bissau, 17 dez 18 (ANG) – O Partido da Renovação Social(PRS) a segunda maior força política da Guiné-Bissau apresentou o seu programa eleitoral com o lema « Lantanda Guiné », expressão proveniente do crioulo e que significa « levantar a Guiné-Bissau ».
A apresentação foi realizada em Bissau, perante os dirigentes, os militantes do PRS e os convidados nacionais e estrangeiros.
O programa eleitoral tem como estratégia a promoção da educação, a saúde, a formação profissional, a criação de riqueza, o emprego, a redução da pobreza e a preservação da biodiversidade. Um programa que tem como objectivo ser operacional de 2020 a 2030.
Outros pontos como o combate ao tráfico de drogas e ao terrorismo internacional, a governação política e económica e a promoção da paz e estabilidade no país também integram o programa do PRS.
Orlando Viegas, um dos vice-presidentes do partido, e Faustino Imbali, antigo primeiro-ministro e coordenador da equipa que concebeu o programa, afirmaram que este documento quer promover uma mudança na Guiné-Bissau nos próximos dez anos, isto sem esquecer de colocar também nas preocupações a juventude e as mulheres.
O programa eleitoral do PRS visa vencer as eleições legislativas, cuja data ainda não foi marcada pelo Presidente guineense, José Mário Vaz.

Dans la même catégorie