MAP Le Rwanda adopte des mesures strictes pour contrer une troisième vague de Covid-19 MAP Le Niger et le Nigeria confrontés à une « crise nutritionnelle majeure » chez les enfants (MSF) MAP Elections en Ethiopie : fermeture des bureaux de vote (Conseil national électoral) MAP Rabat abrite l’exposition « Delacroix, souvenirs d’un voyage au Maroc », une première en Afrique et dans le monde arabe MAP La CAF veut rendre le football africain plus compétitif (Président) APS SÉNOBA : LES POPULATIONS DÉPLORENT LE MANQUE D’EAU ET D’ÉLECTRICITÉ GNA Infant jaundice: what public needs to know and do? GNA Kenyan MP commends Ghana’s COVID testing speed GNA World Refugee Day: Ghana’s refugee population stands at 14,000 GNA 94 per cent of children fear unemployment in future

Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias abre portas no ano lectivo 2019/2020 na ilha de Santo Antão


  7 Juin      59        Innovation (69), Photos (4345), Technologie (426),

   

Ribeira Grande, 07 Jun (Inforpress) – O director-geral do Ensino Superior, Ciência e Inovação, Aquilino Varela, anunciou hoje, no Paul, a entrada em funcionamento do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias (ISCTA) no ano lectivo 2019/2020, em Santo Antão.
Segundo Aquilino Varela, “o governo pretende transformar o Ensino Superior num eixo estratégico de desenvolvimento do país, competitivo no contexto global e vocacionado para as potencialidades das regiões”, daí a escolha das Ciências e Tecnologias Agrárias para a implementação desse nível de ensino na ilha de Santo Antão.
“Trata-se da criação de uma instituição de Ensino Superior com vértice nas potencialidades da ilha, mas com vocação para servir o país, alinhado com o mundo”, disse Aquilino Varela, acrescentando que “trazer um figurino de Ensino Superior para Santo Antão com esta especificidade não circunscreve as escolhas formativas dos jovens de Santo Antão a esta instituição”, pelo contrário, aumenta-lhes o leque de escolhas.
Aquilino Varela explicou que esta estratégia acautela as referências que o Banco Mundial põe em relevo, de “criar ou incentivar a criação de Institutos Superiores ou Universidades conectadas com as potencialidades das regiões com vocação voltada para o mundo” e está alinhada com a instituição do “Campus do Mar”, em São Vicente, com foco na vocação marítima da ilha.
HF/JMV
Inforpress/Fim

Dans la même catégorie