AIB Ganzourgou/Assainissement : La population mobilisée pour une opération de curage de caniveaux à Zorgho AIB Burkina : le gouvernement veut produire de l’engrais à hauteur de 15 milliards FCFA pour améliorer la production agricole AIB Burkina : le gouvernement veut porter le taux d’électrification rurale à 50 % en 2028 MAP L’ECOSOCC de l’UA a oeuvré sous la présidence marocaine à impliquer les Organisations de la Société Civile et la Diaspora MAP Une délégation turque au Niger pour renforcer la coopération militaire et économique MAP Quatre tueurs à gages abattus lors d’une fusillade à Durban (police) MAP Renforcement de la coopération entre le Sénégal et les États-Unis APS SENEGAL-DROGUES /40,3 Kg de cocaïne saisis à l’AIBD (Douanes) APS L’Afrique représente plus de la moitié des urgences sanitaires dans le monde (OMS) APS Louga : lancement d’une opération de plantation de 5000 arbres

Luxemburgo apoia Cabo Verde com 85 milhões de euros para o período de 2021 a 2025


  8 Mars      76        COOpération (783), Economie (21774), Finance (1520),

 

Cidade da Praia, 08 Mar (Inforpress) – O ministro da Cooperação, Acção Humanitária e da Economia do Luxemburgo anunciou esta terça-feira, na Cidade da Praia, que o Governo luxemburguês vai apoiar Cabo Verde com 85 milhões de euros para o período de 2021 a 2025.

Franz Fayot fez o anúncio à margem XXII Reunião da Comissão de Parceria Cabo Verde – Luxemburgo que decorreu hoje e marca a celebração dos 30 anos de cooperação entre Cabo Verde e Luxemburgo.

Esse montante será investido nas áreas da empregabilidade jovem, da formação profissional, da transição energética, do desenvolvimento local e da Saúde.

A reunião teve como principais objectivos analisar a situação da implementação do V Programa Indicativo de Cooperação (PIC) desde a última Comissão de Parceria (realizada em Janeiro de 2022) e identificar conjuntamente as prioridades e os desafios para 2023.

O objectivo geral do V PIC é contribuir, até 2030, para a redução da pobreza extrema e para o desenvolvimento sustentável de Cabo Verde nas suas várias dimensões: económicas, sociais e ambientais.

Das conclusões das consultas bilaterais realizadas entre as autoridades cabo-verdianas e luxemburguesas foram retidos cinco eixos estratégicos de intervenção no âmbito deste programa indicativo de cooperação, nomeadamente, emprego e empregabilidade, água e saneamento, desenvolvimento local, acção climática e transição energética.

Na ocasião, Franz Fayot avançou que este é um ano “especial” porque os dois países celebram o 30º aniversário de acordos de parceria ressalvando que Cabo Verde e Luxemburgo tem uma relação “especial”.

O governante luxemburguês frisou que Cabo Verde é um País que tem a sua vulnerabilidade, acompanhada agora com a crise da pandemia da covid-19 mais a guerra na Ucrânia, que fragiliza a sociedade bem como a economia cabo-verdiana.

Por isso, concretizou, o Luxemburgo vai apoiar Cabo Verde, ressaltando que aquele país respondeu prontamente ao apelo que foi feito em Junho do ano passado em que contribuiu com três milhões de euros no programa das cantina escolar.

“O clima de desenvolvimento fornece um orçamento de até 80 milhões de euros para o período de 2021 a 2025, se concentra particularmente no emprego, formação profissional, sobre a água e saneamento, transição energética, desenvolvimento local, acção climática e na saúde”, precisou Franz Fayot.

Acrescentou ainda, nesta senda, que o Luxemburgo vai contribuir com um pacote suplementar de cinco milhões de euros para os sectores de água e saneamento, uma contribuição que visa finalizar a instalação de um centro de dessalinização 100% solar, na ilha Brava.

Por seu lado, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo Soares, manifestou o “orgulho” desta cooperação entre Cabo Verde e Luxemburgo, sublinhando que este apoio vai dar mais um salto para a sustentabilidade das relações bilaterais.

Rui Figueiredo Soares, que reconhece e glorifica os sucessivos apoios do Grão-Ducado do Luxemburgo, vincou que aquele país está sempre disposto em apoiar ainda mais Cabo Verde.

“Podemos avaliar ainda o impacto da ajuda orçamental que o Luxemburgo efectua com Cabo verde sendo o único parceiro com o qual o Luxemburgo tem esta modalidade de cooperação, ajuda importante que tem sido importante para as questões de empregabilidade jovem, para a saúde e para a assistência para o reforço e diversificação das nossas relações bilaterais”, enfatizou o governante.

Rui Figueiredo Soares anunciou que hoje à tarde o primeiro-ministro vai condecorar o Governo do Luxemburgo com uma medalha de mérito de primeiro grau.

Dans la même catégorie