MAP Beach soccer:  » Mon objectif, c’est de qualifier le Maroc à la Coupe du Monde 2024  » (sélectionneur) MAP Rabat : Cérémonie en l’honneur des pugilistes marocains sacrés au championnat d’Afrique Elite et au championnat arabe Juniors GNA Ghana trains Rwandan FDA on WHO Benchmarking Tool GNA More people queue for power at Legon ECG sub-station GNA Stakeholders laud VRA for sustainable growth, impressive operational performance GNA Ghana grateful to UK for funding research into Non-Communicable Diseases GNA Mental Health Week launched in Tamale GNA Problem-solving based education curriculum is crucial for sustainable national economic growth GNA Africa’s mineral wealth remains key driver of its transformation- Ambassador Muchanga AIP Côte d’Ivoire-AIP/Des jeunes entrepreneurs formés à la digitalisation de leurs activités

Número de hóspedes no país aumentou 6,8 % em 2018 comparado ao ano anterior


  27 Février      42        Economie (16062), Photos (4447),

   

Cidade da Praia, 27 Fev (Inforpress) – O número de hóspedes em Cabo Verde em 2018, registou mais de 765 mil, correspondendo a um acréscimo de 6,8 por cento (%), face ao ano de 2017, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).
Segundo as estatísticas do turismo sobre a movimentação de hóspedes, em 2018, as dormidas cresceram 7,4%, tendo Reino Unido o principal país de proveniência de turistas.
“Os turistas do Reino Unido foram os que permaneceram mais tempo em Cabo Verde, com uma estadia média de 8,3 noites”, explica o INE, informando que a ilha do Sal foi a mais procurada pelos turistas, representando cerca de 49,5% das entradas nos estabelecimentos hoteleiros.
No quarto trimestre de 2018, os estabelecimentos hoteleiros acolheram cerca de 212 mil hóspedes, mais 3,7% do que no período homólogo do ano anterior. Em termos absolutos, entraram nos estabelecimentos hoteleiros mais 7.532 turistas do que em igual período do ano transacto.
Conforme o INE, as dormidas atingiram 1.318.769 no mesmo período, traduzindo-se numa variação positiva de 3,3%, em relação ao 4º trimestre de 2017. Em termos absolutos, houve um aumento de 145.221 dormidas.
O documento revela que a análise por tipo de estabelecimentos, os hotéis continuam sendo os estabelecimentos hoteleiros mais procurados, representando 86,9% do total das entradas.
Seguem-se as residenciais, as pensões e os aldeamentos turísticos, com cerca de 3,8%, 3,3% e 3,0%, respectivamente. Relativamente às dormidas, os hotéis representam 91,1%, os aldeamentos turísticos 3,2% e as residenciais 2,0%.
A ilha do Sal, continuou a ter maior acolhimento, com 49,5% do total das entradas, seguida da ilha da Boa Vista, com 26,9% e Santiago com 11,2%. Em relação às dormidas, a ordem é a mesma: Sal com 56,0%, Boa Vista com 33,9% e Santiago, com 4,5%.
HR/ZS

Dans la même catégorie