AIP Le ministre Laurent Tchagba en Italie à Rome pour la 27ème session du COFO et la 9ème semaine mondiale des forêts AIB Namentenga : Le haut-commissaire constate la dégradation du radié du barrage de Boulsa AIB Burkina/FSP : La douane mobilise plus de 7 milliards FCFA au premier semestre de l’année 2024 MAP Le Nigeria inflige au groupe Meta 220 millions de dollars d’amende pour violations de la protection des données personnelles (communiqué) AIB Burkina/Terrorisme : Le Premier ministre Kyelem charge l’Allemagne et la France MAP Cameroun : deux civils tués par Boko Haram dans l’Extrême-Nord AIB Garango/Religion: Des populations sollicitent les faveurs de la colline sacrée Boulgou AIB Paix et cohésion sociale : Les Sahéliens prennent langue à travers un colloque régional à Dori APS SENEGAL-MONDE-MEDIAS / Forum des médias de Susha : la détection des fausses informations et la lutte contre la désinformation au menu des échanges APS AFRIQUE-MONDE-CLIMAT / COP 29 : plusieurs chefs d’Etat africains attendus à Baku (Ilham Aliyev)

Pescas/Inaugurada novo Complexo de Unidade de Pescado e Conservação no Porto de Alto Bandim


  17 Mars      228        pêche (209),

 

Bissau, 17 Mar 23 (ANG) – A ministra de Estado dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades presidiu hoje a cerimónia de inaguração da Unidade de Transformação e Conservação dos Pescados no Porto de Alto Bandim, financiado e construido pela Empresa Chinesa “Zhongyu Global Seafood Corporation (ZGSC)”.

No ato e em representação do Presidente da República, Suzy Carla Barbosa enalteceu que a inaguração da Unidade de Transformação e Conservação dos Pescados no Porto de Alto Bandim traduz a concretização de mais um projeto de cooperação bilateral entre o Governo da Guiné-Bissau e a República Popular da China, no sector das pescas.

A chefe da diplomacia guineense defendeu que o sector das pescas merece apoios consideráveis de parceiros externos para o seu desenvolvimento, a fim de possibilitar mais emprego em benefício do povo da Guiné-Bissau.

“A inauguração desta Unidade de Transformação e Conservação dos Pescados, representa com efeito, um salto qualitativo crucial na política de valorização de recursos haliêuticos nacionais existentes nas nossas águas territoriais, da zona económica exclusiva da Guiné-Bissau”, disse Suzy Barbosa.

O titular da pasta das Pescas, Orlando Mendes Viegas disse que a Unidade Industrial inaugurada é o resultado de um protocolo de acordo rubricado em 2015 entre o Governo da Guine-Bissau e a Empresa Chinesa construtora “Zhongyu Global Seafood Corporation” (ZGSC).

Segundo Viegas, a referida infraestrutura está implantada numa área geográfica de quatro mil metros quadrados, num espaço contendo 7.700 metros quadrados.
“O mesmo complexo está constituida por uma câmara firogrífica de 300 toneladas, dois túneis de congelação rápida com a capacidade de 15 toneladas diária, e uma fábrica de produção de gelo de seis toneladas por dia, dois grupos eletrogénicos de 240 kw, e um grupo eletrogéneo de 350 kw, contando ainda com escritórios, armazens de venda, tudo isso orçado em 08 milhões de dólares”, revelou Orlando Viegas.

Acrescentou que a nova Unidade Industrial será apoiada, na primeira fase, com dois arrastões de pescas industriais, que irão discarregar a totalidade das suas capturas para o abastecimento de mercado nacional e exportação ao mercado internacional. A inicitiva garante emprego a 200 pessoas.

Por seu turno, o Embaixador da República Popular da China no país, Gou Ce sustentou que o investimento de uma Empresa Chinesa de grande suporte na área das pescas e industria artesanal na Guiné-Bissau prova, mais uma vez, que os dois países, diplomaticamente, estão de mãos dadas.

“É um dos maiores projeto da responsabilidade social realizado pela Empresa Chinesa na Guiné-Bissau que irá beneficiar, com certeza, o povo guineense”, sustentou o diplomáta

Dans la même catégorie