AIP Le ministre Laurent Tchagba en Italie à Rome pour la 27ème session du COFO et la 9ème semaine mondiale des forêts AIB Namentenga : Le haut-commissaire constate la dégradation du radié du barrage de Boulsa AIB Burkina/FSP : La douane mobilise plus de 7 milliards FCFA au premier semestre de l’année 2024 MAP Le Nigeria inflige au groupe Meta 220 millions de dollars d’amende pour violations de la protection des données personnelles (communiqué) AIB Burkina/Terrorisme : Le Premier ministre Kyelem charge l’Allemagne et la France MAP Cameroun : deux civils tués par Boko Haram dans l’Extrême-Nord AIB Garango/Religion: Des populations sollicitent les faveurs de la colline sacrée Boulgou AIB Paix et cohésion sociale : Les Sahéliens prennent langue à travers un colloque régional à Dori APS SENEGAL-MONDE-MEDIAS / Forum des médias de Susha : la détection des fausses informations et la lutte contre la désinformation au menu des échanges APS AFRIQUE-MONDE-CLIMAT / COP 29 : plusieurs chefs d’Etat africains attendus à Baku (Ilham Aliyev)

Política/ « Decisão do STJ não tem fundamento, porque Lima André assaltou aquela instituição”, diz Secretário Nacional de APU-PDGB


  8 Juillet      6        Politique (26031),

 

Bissau, 08 Jul 24 (ANG) – O Secretário nacional de Assembleia do Povo Unido (APU-PDGB) disse que a decisão do Supremo Tribunal de Justiça(STJ) que reconhece Felix Nandunguê como novo presidente do PRS não tem fundamento, porque o presidente daquela instituição Lima André assaltou o poder e não tem condições para produzir nemhum despacho.

Agostinho da Costa falava no fim de semana, em conferência de imprensa sobre o despacho de STJ  que reconhece  Felix Nanduguê como novo presidente do Partido da Renovação Social (PRS), e acusou o Presidente da República Umaro Sissoco Embaló de ser o patrocinador de divisão no seio dos renovadores.

Na passada quinta-feira, dia 04 de julho, o Supremo Tribunal de Justiça, produziu um despacho no qual autoriza a anotação de atos emanados do 1º congresso extraordinário do partido da Renovação Social requerida em 01 de Julho de 2024, que elegeu senhor Félix Nandunguê ao cargo de seu presidente”

« Aquele despacho não tem fundamento jurídico, é mero e simplesmente processo administrativo e se alguém fez tentativa de violar vai ter consequências, porque vamos resistir e vamos continuar a apoiar o Fernando Dias da Costa, de forma firme e determinado, porque é o único que reconhecemos como presidente do PRS, » disse Agostinho da Costa.

Costa acrescentou que Umaro Sissoco Embaló tem que saber que foi eleito para  dirigir o país na paz, unidade, na convergência multi-ética, para viver numa liberdade em que  todos têm os mesmos direitos.

Afirmou que APU-PDGB, no quadro da Aliança Kumba « lanta » apela à todos os militantes das duas formações políticas à manterem firmes e solidários ao Fernando Dias da Costa, na qualidade de  “único e legitimo presidente”  eleito no congresso extraordinário do PRS.

Dans la même catégorie