APS MALI-AFRIQUE-MUSIQUE/NECROLOGIE / Décès de Toumani Diabaté, illustre joueur de kora (famille) APS SENEGAL-SANTE / Il faut “réorienter la réponse au VIH”, préconise Maguette Ndoye Ndiaye APS SENEGAL-PECHE-EMIGRATION / Aïssatou Mbodj invite les pêcheurs à rester au Sénégal APS SENEGAL-ECONOMIE-EQUIPEMENTS / Fatou Diouf réitère la volonté de l’État de moderniser la pêche artisanale APS SENEGAL-HYDRAULIQUE -GOUVERNANCE / Distribution de l’eau : l’Etat invité à publier le contrat d’affermage signé avec le Groupe Suez ANP Niger: Présentation au Drapeau de 1010 élèves gardes nationaux de la promotion 2023 MAP Sénégal : Mission multisectorielle du Club Afrique Développement AIP Dr Edouard Fonh-Gbéi, l’ingénieur chevronné de la géoinformation (Portrait) MAP RCA: Les besoins humanitaires aggravés par les conflits dans les pays voisins (ONU) AIP Les acteurs de l’industrie planchent sur les enjeux stratégiques de la souveraineté industrielle

Política/ Presidente Interino do PRS acusa Ibraima Sori Djaló de requisitar Forças de Ordem para “torturar militantes do partido”


  3 Juin      11        Politique (26031),

 

Bissau, 03 Jun 24(ANG) – O Presidente Interino do Partido da Renovação Social (PRS) acusou o recém indigitado Presidente da Comissão Transitória para a gestão corrente dos assuntos do partido, Ibraima Sori Djaló, de ter solicitado ao Ministério do Interior o envio das Forças da Ordem para “torturar os militantes”, na sua sede principal, com intuito de impedir a realização da reunião da Comissão Política, realizada esta segunda-feira.

Fernando Dias que falava na abertura da reunião da Comissão Política do PRS, disse que apesar do bloqueio orientado pelo “poder superior e mãos ocultas”, mais uma vez, estão perante uma realidade que é a instalação da Força de Ordem em todo o perímetro da sede, para impedir a entrada dos militantes, além de bloqueios aos hotéis que o partido enfrentou.
Dias disse que mesmo assim foram para dentro da sede e realizaram a reunião.

“Eu lhes disse que estamos a beira das eleições não devemos realizar o congresso, porque o Conselho Nacional decidiu que é melhor deixar o Presidente Interino terminar o período de mandato do Presidente eleito, no último congresso ordinário,” lembrou Fernando Dias.

Questionado sobre o porquê que os Inconformados recorreram ao Supremo Tribunal de Justiça uma vez que foi convocada a reunião da Comissão Política, o lider interino dos renovadores disse que o Juiz Desembargador Lássana Camará tem o poder de atuação no Tribunal de Relação, mas que no Tribunal Supremo quem decide é um Juiz Conselheiro.

“Portanto, o despacho foi assinado por Juiz Lassana Camará, na qualidade de chefe de gabinete do Presidente em exercício do Supremo Tribunal de Justiça e não por um Juiz Conselheiro”, disse.

Fernando Dias acusou ao ministro das Finanças e militante do PRS, Ilídio Vieira Té de estar interessado em destruir o partido, à mando do Chefe de Estado, Umaro Sissoco Embaló.

Acrescenta que Vieira Té enviou uma carta ao Supremo Tribunal de Justiça, na qual informa que vai criar uma Comissão AD HOC para dirigir o partido e que o Tribunal tomou nota mas não decidiu nada.

Dias diz que mesmo que o Supremo tivesse decidido a favor a criação dessa comissão só poderia ser criada através do Conselho Nacional do partido.

“Criaram a Comissão com baso em “abuso de poder” do atual regime, porque têm suporte do Chefe de Estado Maior das Forças Armadas Biaguê Na Ntan”, acusou Fernando Dias.

O grupo de Inconformados protesta a liderança interina de Fernando Dias. Exigiu a realização de um congresso para a legitimação da direção do partido não havendo resposta satisfatória decidiu convocar a reunião magna para Junho em curso

Dans la même catégorie