MAP La République du Congo officiellement connectée au câble sous-marin « 2Africa » MAP La Namibie et le PAM s’associent pour renforcer la sécurité alimentaire et la gestion des catastrophes ANGOP Les États-Unis allouent un million de dollars pour un projet de biodiversité à Cuando Cubango AGP Guinée: Le mouvement syndical suspend sa grève générale UNA-ANP Médine : Début de la 44ème édition du Forum Al-Baraka sur les objectifs de la Charia et le cadre réglementaire de l’économie islamique AIB Jeux_africains 2024 : le Burkina Faso y participe avec 15 disciplines AIP L’UNESCO renforce les capacités des cadres de l’administration burkinabè en prospective stratégique AIP SIA 2024 : Laurent Tchagba tisse un partenariat solide avec l’ONF de France pour la restauration du couvert forestier AIP La JCI « Abidjan soleil » place La 4è édition de Women’s day sous le signe du leadership féminin en entreprise MAP Guinée: libération d’un responsable syndical, revendication majeure des grévistes

Política/Juventude de APU-PDGB exige demissão do Governo liderado por Geraldo João Martins


  29 Novembre      33        Politique (24791),

 

Bissau, 29 Nov 23 (ANG) – A Juventude do Partido Assembleia de Povo Unido Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), exigiu hoje a demissão do Governo liderado por Geraldo João Martins, por motivo do que considera da sua  “caducidade e  escândalo financeiro de 6 mil milhões de FCFA”.

Em conferência de imprensa, o Presidente da Juventude de APU-PDGB, Caustar Dafa, responsabilizou ao actual Presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP) Domingos Simões Pereira, pela boicotar o Primeiro-ministro de se apresentar o seu programa do Governo no prazo de quinze dias, como tinha anunciado.

Realçou ainda que, o Primeiro-ministro Geraldo Martins tinha dito que apesar da lei lhe permite apresentar o seu programa do Governo num prazo de 60 dias, mas estaria em condições de o ter pronto dentro de 15 dias para apresentar a plenária, mas não foi o caso, até passar 60 dias que a lei lhe dá, tudo por algum motivo de interesse de Domingos Simões Pereira.

Acrescentou por outro lado que, no que toca com 6 mil milhões de FCFA pago às empresas credores do Estado, afirmou que, isso não passa de manobras de tentar tirar o seu proveito juntamente com os seus amigos.

“Sendo assim, apelamos ao Presidente da República Umaro Sissoco Embaló a assumir a sua responsabilidade enquanto primeiro magistrado da nação, uma vez que já está provado que o actual Governo não tem moral de governar o país”, sustentou Cautar Dafa.

Segundo o Presidente da Juventude Apuano, os 6 mil milhões destinados às empresas credores do Estado, podia ser investido em outras área prioritárias para colmatar as revindicações salarial que os técnicos de saúde estão a exigir no momento.

“O mesmo montante, também podia ser aplicado no setor da educação ou na compra de restantes castanhas de caju nas mãos de produtores que não conseguiram vender o produto até a data presente”, salientou.

Aquele responsável, disse que, todos os erros cometido  pelo actual Governo, provam claramente que não reúnem condições de continuar a frente de ninguém, por isso, convido-os a pedir demissão perante ao Chefe de Estado”, alertou Dafa.

Dans la même catégorie