MAP L’ambassadeur de SM le Roi au Caire présente ses lettres de créance au Président égyptien MAP Kenya: huit corps retrouvés dans une décharge à Nairobi (nouveau bilan) APS AG de la FSF : le comité exécutif va proposer la date du 21 septembre (président) ANP Les leaders Arabes d’Agadez et Tahoua reçus par le Président du CNSP APS Acteurs politiques, société civile et universitaires planchent sur l’intégrité du système électoral APS Zone des Niayes : des producteurs listent les défis et proposent des solutions APS Le président Faye aborde les urgences sociales, la fiscalité, l’emploi, ses rapports avec le Premier ministre, etc APS AVC: un neurologue alerte sur les cas d’hospitalisations de sujets de plus en plus jeunes AIP La lutte contre la déforestation devrait s’inscrire dans un cadre de coopération sud-sud (Le président CESEC) MAP Niger : 22 terroristes « neutralisés » par l’armée dans l’ouest

Primeiro-ministro assegura que trabalhadores da TICV serão integrados na nova empresa para voos domésticos


  20 Juin      9        Economie (21743),

 

Cidade da Praia, 20 Jun (Inforpress) – O primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva assegurou hoje que o Governo será o accionista único da nova empresa autónoma para voos domésticos e que os trabalhadores da Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) serão integrados na mesma.
A garantia foi dada pelo Chefe do Governo quando questionado pelos jornalistas sobre a saída de Sara Pires do cargo de presidente do Conselho de Administração da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV).
Ulisses Correia e Silva, que falava à imprensa depois de presidir à cerimónia de lançamento do Banco Jovem e Mulher, que decorreu hoje no Edifício IncubationCenter, no parque tecnológico, avançou que brevemente através da assembleia-geral da transportadora aérea nacional será anunciado o novo PCA.
“A assembleia-geral da empresa é que vai aprovar e saberão brevemente quais são os novos membros do Conselho da Administração da empresa”, precisou.
O governante, que não quis confirmar o nome de Pedro Barros como novo PCA da empresa, conforme avançou hoje o jornal A Nação, assegurou que o novo dirigente irá continuar a trabalhar para estabilizar e desenvolver a empresa para a sua sustentabilidade a nível do mercado internacional, mas também na fase transitória para o mercado doméstico.
Na ocasião, adiantou que brevemente o Governo irá anunciar também e tomar uma solução definitiva sobre os Transportes Interilhas de Cabo Verde, garantido que os postos de trabalho dos trabalhadores estão assegurados.
“A nova empresa de transportes inter ilhas, que vai surgir, vai ter necessidade de pilotos, pessoal navegantes de cabine, assistentes de bordo vai ter necessidade de toda parte operacional, portanto não haverá problemas em relação ao emprego”, apontou o Chefe do Governo que avançou que os trabalhadores da TICV serão integrados nesta nova empresa.
Explicou ainda que a nova empresa que irá operar nos voos domésticos irá ter o accionista único que é o Estado através do Governo.
Lembrou que a BestFly tem 70% e o Estado 30% e em princípio o Governo vai interromper essa participação até porque a TICV, através da BestFly, já não está a operar em Cabo Verde.
Na última sexta-feira, 14, os trabalhadores da Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) posicionaram-se em frente da sede da empresa para exigir os seus direitos, nomeadamente, o pagamento do salário referente ao mês de Maio, depois das férias colectivas, terminadas no mesmo dia.

Dans la même catégorie