MAP La République du Congo officiellement connectée au câble sous-marin « 2Africa » MAP La Namibie et le PAM s’associent pour renforcer la sécurité alimentaire et la gestion des catastrophes ANGOP Les États-Unis allouent un million de dollars pour un projet de biodiversité à Cuando Cubango AGP Guinée: Le mouvement syndical suspend sa grève générale UNA-ANP Médine : Début de la 44ème édition du Forum Al-Baraka sur les objectifs de la Charia et le cadre réglementaire de l’économie islamique AIB Jeux_africains 2024 : le Burkina Faso y participe avec 15 disciplines AIP L’UNESCO renforce les capacités des cadres de l’administration burkinabè en prospective stratégique AIP SIA 2024 : Laurent Tchagba tisse un partenariat solide avec l’ONF de France pour la restauration du couvert forestier AIP La JCI « Abidjan soleil » place La 4è édition de Women’s day sous le signe du leadership féminin en entreprise MAP Guinée: libération d’un responsable syndical, revendication majeure des grévistes

Projecto “Ver com bons olhos” tenciona beneficiar mil pessoas com consultas de oftalmologia e oferta de óculos


  4 Décembre      26        Société (44534),

 

Cidade da Praia, 04 Dez (Inforpress) – A 6ª edição do projeto “Ver com bons olhos” pretende beneficiar cerca de mil pessoas, sobretudo de baixo poder de compra, com consultas, cirurgias oftalmológicas e oferta de óculos, durante esta semana, no Hospital Universitário Agostinho Neto.
O projecto enquadra-se na política de responsabilidade social da Equatorial Coca Cola BottlingCompany, grupo a que pertencem as empresas Cavibel e Ceris, em colaboração com as Fundações Elena Barraquer e Ruta de la Luz, que procura melhorar a saúde visual dos cabo-verdianos.
A expedição, que decorre de 04 a 10 do corrente mês, é composta por 12 cirurgiões da Fundação Elena Barraquer, que irão realizar cirurgias oftalmológicas de cataratas, acompanhados pela Fundação Ruta de la Luz, que, por sua vez, realizará exames oftalmológicos gratuitos e doará óculos a pessoas afetadas por problemas de visão.
Conforme explicou à imprensa a directora de Recursos Humanos, Relações Públicas, Comunicação e Sustentabilidade da Equatorial Coca Cola Cabo Verde, Danila Ferreira, este ano o projecto visa sobretudo a aproximação de comunidades arredores, em colaboração com os líderes comunitários que seleccionaram as pessoas mais vulneráveis.
“Estamos situados na Praia Negra e o objectivo foi trazer a nossa comunidade mais próxima, Paiol, Achada Grande Frente e Trás, Lém Ferreira e outros, conseguir fazer com que pessoas com mais dificuldade de acesso à saúde tenham esta oportunidade”, disse.
A meta, precisou, é conseguir abarcar cerca de mil pessoas, ou seja, cerca de 400 pessoas com cirurgias de catarata já identificadas pelo Hospital e outras, e de 500 ou 600 com consultas de oftalmologia e oferta de óculos.
Por seu lado, o director clínico do Hospital Universitário Agostinho Neto, Víctor Costa, agradeceu a parceria de vários anos afirmando que responde à expectativa dos utentes e vai influenciar “e de que maneira” na redução da lista de espera para as cirurgias.
“Temos mais ou menos agendado cerca de 80 casos por dia, durante uma semana, é um trabalho que se começa logo bem cedo, às 07:00 e vai até as 22:00, de modo que o hospital de uma forma geral está bastante satisfeito com essa parceria, e tudo faremos para podermos continuar com ela”, assegurou.
Segundo os dados avançados pelo director do serviço de oftalmologia, Emílio Moreira, normalmente o Hospital Agostinho Neto realiza aproximadamente 400 cirurgias por ano, um número que considera limitado do ponto de vista de disponibilidade do bloco e também do próprio pessoal.
Segundo disse, Cabo Verde pela população que tem deveriam estar a realizar aproximadamente 2.500 cirurgias de cataratas por ano, mas realizam apenas 500 por ano, daí que, salientou, fazer 400 cirurgias numa semana “faz muito bem ao sistema, porque diminui a pressão”.
A beneficiária Alice de Jesus Tavares, por sua vez, enalteceu a iniciativa agradecendo aos parceiros por esta “grande” oportunidade, pois, afirmou, graças a ela conseguiu adquirir uns óculos que há muito lhe foi receitado, mas não conseguiu obtê-los porque não tinha condições financeiras.
Na última expedição médica foram realizadas 315 cirurgias de cataratas, 480 consultas oftalmológicas gratuitas e doados 350 óculos, dos quais 100 de sol, também no período de uma semana.

Dans la même catégorie