ACP L’inflation nationale de la semaine du 20 au 25 septembre située à 0,051% au niveau national ACP Des réflexions pour creuser les solutions aux méfaits de la Covid-19 dans les milieux des micros entrepreneures ACP Signature de l’accord d’exploitation du gaz dans la zone d’intérêt commun entre la RDC et l’Angola ACP Le tourisme : un des leviers majeurs de la diversification de l’économie en RDC ACP PDTIE : ouverture officielle de l’atelier sur les activités de la réduction de la pauvreté en RDC et au Cameroun ACP Christophe Mboso plaide pour le soutien aux institutions politiques en RDC ACP Le Président Tshisekedi attache un intérêt particulier à l’agriculture familiale en RDC  GNA Veteran Journalist Gerald Agama passes on GNA Oti Environmental Health Directorate walls up against typhoid   GNA University of Professional Studies to set up Enterprise and Innovative Center

Santiago: Câmara do Tarrafal lança campanha de limpeza de pardieiros e terrenos abandonados


  11 Mai      9        Société (35896),

   

Tarrafal, 11 Mai (Inforpress) – A Câmara Municipal do Tarrafal tem em curso uma campanha de limpeza e vedação de pardieiros e terrenos abandonados, como forma de evitar o acesso aos mesmos para o despejo de lixo, detritos ou águas sujas.
Com esta iniciativa, a autarquia pretende sensibilizar os proprietários ou possuidores dos pardieiros, obras inacabadas, casas desabitadas ou terrenos para a construção para procederem à limpeza ou vedação dos mesmos.
À Inforpress, o vereador do Ambiente, Segurança, Protecção Civil e Qualidade de Vida, Jednilson Landim, explicou que com esta medida a câmara quer salvaguardar a saúde pública, contribuindo igualmente para uma cidade cada vez “mais organizada, limpa, bonita e aprazível para todos”.
Nesta primeira fase, segundo o autarca, o foco é sensibilizar as pessoas para que possam estar cientes das suas obrigações para que não venham a ter nenhuma surpresa, quando, por exemplo, receberem os custos das limpezas ou demolição dos pardieiros com manda o Código de Postura Municipal.
No entanto, avisou que após este período de sensibilização que a edilidade vai fazer cumprir com o Código de Postura Municipal, que prevê que os custos de limpeza ou demolição seja pagos pelos proprietários.
“Todos os pardieiros que estão completamente degradados ou que nem sequer podem ser vedados serão demolidos mesmo que a câmara não conseguir contactar os proprietários, para não porem em causa a segurança das pessoas e para que não sirvam de depósito de lixo”, anunciou o autarca.

Dans la même catégorie