APS LES FILLES DE DSC « PRÊTES » POUR LE TOURNOI DE QUALIFICATION DE LA CHAMPION’S AFRICAINE AGP Boké-Administration : Le nouveau chef de quartier de Yomboya installé AGP Guinée/Conseil des Ministres : Le chef de l’Etat a insisté sur la nécessité d’accroitre sensiblement les tests PCR AGP Guinée/ Conseil des Ministres : le chef de l’Etat ordonne le ministre des AE de produire un état détaillé du paiement des contributions AGP Guinée/ Conseil des Ministres : Le chef de l’Etat instruit le ministre du budget de veiller scrupuleusement au paiement destiné à l’état ANGOP Covid-19: Angola reports 189 recoveries, 178 new infections ANGOP Angola with $14.7 bn of international net reserves ANGOP Government hikes fuel export taxes ANGOP Les échanges entre l’Angola et l’Allemagne s’élèvent à 120 millions d’euros AGP Gabon : Décès de l’ancien ministre Fabien Owono Essono

Santo Antão: Cães vadios continuam a preocupar criadores no Porto Novo


  31 Décembre      12        Société (34379),

   

Praia, 31 Dez (Inforpress) – Criadores de gado de Ponte Sul, Lajedos e Ribeira das Patas, no interior do município do Porto Novo, Santo Antalão, voltam a alertar para o facto de os cães vadios continuarem a atacar o gado nessas localidades.
Os criadores dizem-se “desesperados” com essa situação e exortam as “autoridades competentes” a ajudarem a classe a se livrar desses animais abandonados, que estão “a dar cabo” do gado caprino neste concelho.
Desde Outubro, esses cães terão já matado “várias dezenas” de cabras no  Porto Novo, uma situação com a qual estão a ser confrontados, igualmente, os criadores nas zonas altas de Santo Antão, sobretudo no Planalto Leste.
Para a Associação dos Criadores de Gado do Porto Novo, os cães vadios constituem “uma séria ameaça” ao efectivo pecuário neste concelho, com particular incidência nos arredores da cidade do Porto Novo, onde concentra-se “uma parte significativa” do gado caprino, neste município.
O Ministério da Agricultura e Ambiente, através da Direcção-geral da Agricultura, Silvicultura e Pecuária, reconhece que se está  perante “um problema muito sério”, e tem prometido trabalhar com as câmaras municipais e com as associações de defesa dos animais para se encontrar uma solução ao problema.
No caso do Porto Novo, a câmara tem prometido criar um canil para atenuar o problema de cães vadios que, segundo os munícipes, constituem, também, um perigo à saúde pública no concelho.
JM

Dans la même catégorie