AGP Boké-Administration : Le nouveau chef de quartier de Yomboya installé AGP Guinée/Conseil des Ministres : Le chef de l’Etat a insisté sur la nécessité d’accroitre sensiblement les tests PCR AGP Guinée/ Conseil des Ministres : le chef de l’Etat ordonne le ministre des AE de produire un état détaillé du paiement des contributions AGP Guinée/ Conseil des Ministres : Le chef de l’Etat instruit le ministre du budget de veiller scrupuleusement au paiement destiné à l’état ANGOP Covid-19: Angola reports 189 recoveries, 178 new infections ANGOP Angola with $14.7 bn of international net reserves ANGOP Government hikes fuel export taxes ANGOP Les échanges entre l’Angola et l’Allemagne s’élèvent à 120 millions d’euros AGP Gabon : Décès de l’ancien ministre Fabien Owono Essono AGP Gabon : Des Barrières électriques comme solution au conflit homme-éléphant dans l’Ogooué-Maritime

São Tomé e Príncipe e Portugal assinam acordos sociais avaliados em cinco milhões de Euros


  22 Juin      82        Coopération (1263), Société (34379),

   

São-Tomé, 22 de Jun ( STP-Press ) – São Tomé e Príncipe e Portugal assinaram dois acordos de cooperação para os sectores do emprego e formação profissional avaliados em cinco milhões de Euros em cerimónia testemunhada quinta-feira pelo ministro são-tomense do Emprego e Assuntos sociais, Emílio Lima e pelo embaixador português, Luís Gaspar da Silva.

Os dois documentos inserem-se ao Programa de Cooperação bilateral entre os dois ministérios em consonância com o acordo de parceria para administração e gestão do Centro de Formação Profissional de São Tomé e Príncipe, localizado na capital são-tomense.

« Para que os jovens possam estar integrados no mercado é necessário que tenham ferramentas que possa responder a grande competitividade que temos hoje no mundo global », disse o ministro Emílio Lima, tendo destacado que  » Temos uma grande potencialidade que são os jovens que constituem mais de 50 % da nossa população ».

Para o embaixador português  » a política do emprego e formação profissional » são factores « essenciais » para o desenvolvimento de São-Tomé e Príncipe tendo considerado os acordos « absolutamente cruciais » de apoio social aos mais « vulnerais », designadamente, idosos, crianças, jovens e portadores de deficiências.

Com o período de validade de 2016 à 2020, o programa de cooperação bilateral entre os dois ministérios está orçado em mais de cinco milhões de euros, sendo que 75% é assegurado pelo Estado português e 25% pelo Estado Santomense.

Os documentos foram assinados pelos directores de Gabinete de Planeamento dos dois Ministérios e serão homologados pelos ministros da tutela em Agosto próximo, prevendo-se para o efeito a vinda do ministro português de Trabalho, Solidariedade e Segurança Social a capital são-tomense.

Fim/JA e RN

Dans la même catégorie