MAP Dakhla: Appel à renforcer la dynamique de l’innovation en Afrique face aux crises mondiales APS Le président Sall préconise un programme de réhabilitation des anciens établissements scolaires publics APS Le Parlement de la CEDEAO veut que justice soit rendue à Amy Ndiaye Gniby APS Violences faites aux femmes : Macky Sall prône « l’application de toutes les mesures prises, depuis 2012 » APS Macky Sall réclame une application rigoureuse du contrôle de légalité des actes des collectivités territoriales APS MTN : 37 districts ciblés pour une distribution de masse de médicaments APS La dernière borne de la frontière terrestre sénégalo-malienne posée MAP Compétences en Afrique: Nécessité d’une approche tournée vers l’avenir (Oxford Economics) MAP Dakhla: Réélection de Driss Guerraoui à la tête du FAAIE MAP Rwanda: la ministre de l’Environnement souligne l’importance de l’économie circulaire

São Vicente: Guy Ramos lança livro “Da mente poética de um louco” no Centro Cultural do Mindelo


  6 Juin      48        Livres (294),

   

Mindelo, 06 Jun (Inforpress) – O cabo-verdiano Guilherme Ramos, mais conhecido como Guy Ramos, residente nos Países Baixos, lança hoje, no Centro Cultural do Mindelo, em São Vicente, o seu primeiro livro de poemas intitulado “Da mente poética de um louco”.

Em entrevista à Inforpress, Guy Ramos explicou que se trata da segunda edição do livro, já que a primeira foi lançada no mês de Janeiro nos Países Baixos, na qual abordou vários temas e fez reflexões sobre a vida, em 61 páginas.

“Abordei temas como mãe, porque perdi a minha há cerca de dois anos e isso foi uma forma de aceitar o desaparecimento da minha mãe. Também falo sobre o meu berço, que é Mindelo, São Vicente, aos 13 anos, quando emigrei para os Países Baixos, onde se encontravam os meus pais. Tenho também a mulher como fonte de inspiração”, explicou o autor, que também no livro retrata a emigração e a pandemia da covid-19 em versos.

Questionado o porquê do título do livro “Da mente poética de um louco”, Guy Ramos disse que se assume como um louco, porque acredita que “todas as pessoas são loucas, de uma certa forma, mas encaram a vida muito a sério querendo esconder a loucura que lhes persegue”.

Segundo o autor, que fez o próprio prefácio do livro, esta nova edição da obra foi produzida em São Vicente com base no novo acordo ortográfico, e contou com o design de Davidson Lopes e com a revisão do primo Neu Lopes.

Natural de São Vicente, Guy Ramos vive nos Países Baixos desde os 13 anos.

Além de escritor, Guy Ramos é autor e compositor de mais de 70 temas musicais gravados e interpretados por artistas cabo-verdianos como Grace Évora, Johnny Ramos, Dina Medina, Splash, Nelson Freitas, Roger Moreira, Jacqueline Fortes, Sónia Andrade e Zé Azancoth, entre outros artistas na maioria residentes nos Países Baixos.

Dans la même catégorie