INFORPRESS Jako Cisco lança seu primeiro ‘single’ a solo intitulado de “terapia” INFORPRESS Santa Catarina: Bloco B do Liceu Amílcar Cabral recebe obras de reabilitação orçadas em seis mil contos INFORPRESS IGAE chama atenção para proibição da reutilização de garrafas de cerveja para engarrafar grogue INFORPRESS Covid-19: Escola SOS da Praia fechada após diagnósticos positivos INFORPRESS Assembleia Municipal da Praia suspensa após alegada ilegalidade na apresentação dos relatórios de conta e de actividades INFORPRESS Maio: Agricultores de Monte Vermelho “indignados” com decisão de aumentar número de beneficiários da água do furo MAP M. Bourita s’entretient avec son homologue guinéen APS LES LIONS JOUERONT CONTRE LES REQUINS BLEUS EN AMICAL APS LE JARAAF EST FIER D’AVOIR CONTRIBUÉ AU RETOUR DE LAMINE DIACK (PRÉSIDENT) MAP M. Nasser Bourita s’entretient avec son homologue bissau-guinéenne

São Vicente: Problema de escassez de ovos no mercado resolvido só em meados de Maio – director da Sociave


  21 Avril      18        Société (31874),

   

Mindelo, 21 Abr (Inforpress) – A ilha de São Vicente depara-se com escassez de ovos no mercado, um “constrangimento” que o director da Sociave justifica com substituição das galinhas velhas e que deverá estar resolvido só em meados de Maio.
Conforme João Santos avançou à Inforpress, a empresa de produção e comercialização de produtos avícolas (Sociave) e a Agropec (empresa da mesma família), todas sediadas em São Vicente, têm colocado no mercado mindelense cerca de 45 mil ovos, diariamente, mas que já se mostram insuficientes e com várias lojas a não terem este produto para venderem aos clientes.
“Não há uma ruptura de estoque, o que acontece é que houve um reforço da produção nos meses de Dezembro e Janeiro, mas agora tive necessidade de substituir o lote de galinhas velhas e precisava de espaço para colocar as novas, mas isso leva algum tempo”, sublinhou a mesma fonte, justificando a escassez também com o envio de ovos para outras ilhas.
João Santos disse que deverá diminuir a quantidade enviada para as outras ilhas para colmatar a situação em São Vicente, mas já anuncia um “reforço” a curto prazo.
“Até meados de Maio teremos um reforço de 30 mil ovos diariamente, ao todo estaremos a abastecer a ilha com 75 mil ovos diários”, asseverou o empresário, adiantando que todo este “constrangimento” se deve também aos “próprios problemas” do mercado nacional e internacional, entre os quais a pandemia e falta de voos para importação de pintos e outros.
“É o próprio mercado que nos impõe estes constrangimentos, já que também os hotéis estão quase todos fechados e não posso produzir ovos em grandes quantidades e depois ficar com eles sem vender”, considerou João Santos, apontando as “incertezas” existentes neste momento.

Dans la même catégorie