APS KAFFRINE : UN CANDIDAT AU BAC EXCLU POUR USAGE DU TÉLÉPHONE APS FATOU KINÉ DIAKHATÉ, UN NOUVEAU DÉPART AVEC L’ART-THÉRAPIE GNA Government to install robust systems to stem threats at Ghana’s frontiers GNA Government make strides in road construction GNA Residents of Chorkor sensitized on gender-based violence GNA Three Ghanaians emerged winners in 2021 Women in Agribusiness Awards APS CM2022 : LES REQUINS BLEUS JOUERONT LEUR PREMIER MATCH À MINDELO EN SEPTEMBRE (SÉLECTIONNEUR) APS LA COUR SUPRÊME SE VEUT « TRÈS ATTACHÉE À L’ACCÈS AU DROIT » (PREMIER PRÉSIDENT) APS GCO DIT AVOIR PRODUIT 362. 000 TONNES DE SABLES MINÉRALISÉS AU COURS DU PREMIER SEMESTRE 2021 APS THIÈS : AUTORITÉS ACADÉMIQUES ET ADMINISTRATIVES SATISFAITES DU DÉMARRAGE DU BAC

SINTSEL diz que Governo está com “boa-fé” sobre situação dos agentes de segurança mas que ainda existem dúvidas


  10 Janvier      15        Société (34508),

   

Cidade da Praia, 10 Jan (Inforpress) – O presidente do Sindicato Nacional dos Agentes de Segurança Pública e Privada, Serviços, Comércio, Agricultura, Pesca e Afins (SINTSEL) disse quinta-feira que o Governo está com “boa-fé” sobre situação de agentes da segurança, mas que ainda existem “dúvidas”.
“Ainda não olhamos nada porque por parte do Governo há boa-fé para avançar com os processos a fim de haver os resultados o mais rápido possível, mas ainda existem algumas dúvidas na parte das empresas privadas, que existem pontos por acertar”, declarou Manuel Barros.
Aquele líder sindical falava aos jornalistas, na cidade da Praia, à margem de um encontro entre o SINTSEL e o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, com o objectivo de resolver as promessas do Governo quanto aos vigilantes.
Da promessa consta o “tão esperado” aumento e reajustamento salarial desses profissionais.
Segundo Manuel Barros, por parte das empresas do Estado está “tudo normal”, mas falta saber como vai ficar a situação com as empresas privadas, que ainda predomina algumas dúvidas sobre como a empresa da segurança vai cobrar as prestações do serviço.
A reunião vai continuar na sexta-feira, mas somente com a parte técnica para se fazer os estudos e as análises a fim haver a estipulação de um montante a ser fixado para pagamento das prestações do serviço.
Olavo Correia, prometeu falar sobre o assunto após as negociações.
WM/CP

Dans la même catégorie