APS SENEGAL-USA-DIPLOMACIE / Bassirou Diomaye Faye et Kurt Campbell ont discuté du renforcement de la coopération bilatérale MAP Afrique du Sud : neuf personnes sur dix n’ont pas accès à un traitement de santé mentale (organisme) ANG Desporto/Sport Bissau e Benfica a duas vitórias para sagrar o campeão nacional da Guiness-Liga ANG Cooperação/”China está disposta a apoiar Guiné-Bissau dentro de sua capacidade para alcançar desenvolvimento almejado”, disse Embaixador Renhuo MAP Afrique du Sud : neuf personnes sur dix n’ont pas accès à un traitement de santé mentale (organisme) MAP Maroc: L’économie a fait preuve de résilience (Banque mondiale) ANG Desporto/Sport Bissau e Benfica a duas vitórias para sagrar o campeão nacional da Guiness-Liga MAP Sénégal: L’Afrique représente plus de la moitié des urgences sanitaires dans le monde (responsable OMS) ANG Cooperação/”Reino de Marrocos vai continuar a disponibilizar bolsas de estudos para estudantes guineenses”, afirma Carlos Pinto Pereira ANG Cooperação/”China está disposta a apoiar Guiné-Bissau dentro de sua capacidade para alcançar desenvolvimento almejado”, disse Embaixador Renhuo

Sociedade/Primeiro-ministro exalta “função vital” da Sociedade Civil na promoção da paz no país


  8 Juillet      6        Société (45925),

 

Bissau, 08 Jul 24 (ANG) – O primeiro-ministro exaltou no fim-de-semana o papel desempenhado pelas Organizações da Sociedade Civil na promoção da paz e na consolidação da democracia na Guiné-Bissau.

Rui Duarte Barros falava na cerimónia de abertura do primeiro encontro da  Convenção Cidadã, realizado por diferentes organizações da Sociedade Civil sob o lema: “Consolidação da Paz, Democracia e do Desenvolvimento Sustentável”.

“A Sociedade Civil desempenha um papel fundamental na promoção da paz e na consolidação da democracia através do seu trabalho de fiscalização das ações de Governo e de promoção dos debates do interesse público que tem sempre como finalidade deixar as recomendações para os governantes”, disse o chefe de Governo.

Rui Barros desejou que as recomendações que vão sair desta  Primeira Convenção Cidadã possam servir ao Governo na tomada de medidas que beneficiarão a Guiné-Bissau no seu todo.

O evento, segundo o Coordenador da Convenção Cidadã, Gueri Gomes Lopes  decorreu no âmbito dos desafios que foram colocados às Organizações da Sociedade Civil enquanto parceiro do Governo, no que concerne a elaboração e execução de políticas de benefício público, principalmente para os populares que se encontram em zonas mais distantes da Capital.

Gueri salientou que no referido encontro vai ser elencadas as prioridades que foram destacadas em  anteriores “djumbais” que tiveram com diferentes comunidades que compõe as oito regiões da  Guiné-Bissau.

A Aissatu Camará Indjai, que representou as organizações femininas  reiterou que as organizações de sociedade civil têm desempenhado um papel importante na promoção do desenvolvimento sustentável no país.

“Esta Convenção Cidadã é uma oportunidade para uma profunda reflexão sobre a importância da Sociedade Civil na construção de uma sociedade mais justa e equilibrada, pacífica, sem descriminação e onde existirá o respeito pelos Direitos Humanos sem exceção”, disse  Aissatu Camará Indjai.

Os participantes da Primeira Convenção Cidadã debateram vários pontos de agenda nacional, entre os quais a reforma do Estado.

Com a duração de um dia, o evento  foi financiado pelo Fundo das Nações Unidas para Consolidação da Paz e coordenada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento(PNUD).

Dans la même catégorie