GNA Rastafarian Saga: Applicant not a student of Achimota School–AG GNA Cherish unity as Muslims – Imam urges GNA Excesses by National Security operatives on CitiFM journalists pass for wickedness – Affail Monney GNA KoKMA declares ban on drumming, noisemaking GNA Enforce containerization of transit cargoes– Alhaji Iddisah GNA Collective effort needed to solve sanitation issues-Assembly Member GNA National Security Ministry investigates alleged manhandling of CitiFM journalists GNA COVID-19: Clinicians trained in critical case management GNA PIAC calls for proper targeting of Annual Budget Funding Amount Inforpress Montante distribuído de direitos autorais ronda os quatro mil contos – SCM

Ministra da Saúde, Maria de Jesus Trovoada, eleita Prémio Femina 2018


  20 Septembre      15        African Leadership (126), Women's Leadership (335),

   

São-Tomé, 20 Set ( STP-Press) – A ministra são-tomense da saúde, Maria de Jesus Trovoada foi eleita Prémio Femina 2018 pelo mérito nas ciências de investigação relevante, devendo receber o galardão em Novembro próximo em Lisboa, Portugal. Soube-se hoje de fonte oficial.

Maria de Jesus Trovoada foi eleita como uma das « Notáveis Mulheres portuguesas e da lusofonia oriundas de Portugal, países de Expressão Portuguesa, das Comunidades portuguesas e Lusófonas e Luso-descendentes que se tenham distinguido com mérito ao nível profissional, cultural e humanitário no mundo, pelo conhecimento e pelo seu relacionamento com outras culturas », – acrescentou a fonte.

De acordo com a fonte, a entrega deste prémio vai acontecer num jantar a ter lugar no dia 24 de Novembro próximo às 20 horas no Aura Lounge Café na Praça do Comércio, em Lisboa, Portugal.

Além de grau de doutoramento em Antropologia Biológica pela Universidade de Coimbra, Maia Jesus Trovoada dos Santos tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Pública, tendo sido também investigadora no Instituto de Ciências da Gulbenkian, sustentou a mesma fonte.

Em Julho último, OMS congratula-se com o governo de São-Tomé e Príncipe por « progressos registados » na saúde nos últimos anos, tal como declarou a Directora Regional deste sistema da ONU para África, Matshidiso Moeti, na mais recente visita ao arquipélago.

 » São Tomé e Príncipe apresentou indicadores da saúde que demonstram que houve muitos progressos nos últimos anos » –disse a directora regional da OMS para África, tendo felicitado o governo e todas as entidades envolvidas na melhoria de serviços púbico de saúde em São-Tomé e Príncipe.

Dans la même catégorie