ACP Le ministre de l’Industrie et le DG du FPI Patrice Kitebi échangent sur les contrats signés entre la RDC et l’Egypte GNA Chief breaks ground for multipurpose Nkawkaw Palace GNA President fulfills promise to Black Satellites after Youth Championship triumph GNA CIMG launches professional marketing qualifications in Ghana MAP RDC: le SG de l’ONU condamne fermement l’attaque perpétrée contre la MONUSCO au Nord-Kiv, tuant un Casque bleu MAP Observation mercredi du croissant lunaire annonçant le début du mois de Chaoual (ministère) MAP Côte d’Ivoire : Face au déficit d’électricité, un programme de « rationnement » MAP Questions migratoires: M. Laftit souligne le leadership de SM le Roi qui érige le Maroc en modèle régional MAP La reconnaissance US de la marocanité du Sahara a contraint « les uns à dévoiler leurs cartes, les autres à sortir du bois » (Quid.ma) MAP M. Bourita s’entretient avec son homologue gambien

Janira Hopffer Almada promete trabalhar por “desaforo” para que o País tenha uma mulher primeira-ministra


   

Cidade da Praia, 01 Abr (Inforpress) – A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV- oposição) comprometeu-se hoje, em São Miguel, ilha de Santiago, que vai continuar trabalhar, desta feita, por “desaforo”, para que o País tenha uma mulher como primeira-ministra.
“Quero prometer-vos [mulheres] (…) que, a partir de hoje, vou trabalhar por desaforo e por cada um de vós. Vou trabalhar para resgatar este pais e para que tenham mais voz e para mostrar que é PAICV que vai trazer inovação, elegendo, sim, uma mulher para primeira-ministra de Cabo Verde”, revelou, referindo-se às próximas eleições legislativas de 2021 em que sendo líder do partido é candidata a primeira-ministra.
Janira Hopffer Almada manifestou esta intenção durante uma conversa com as mulheres militantes, amigas e simpatizantes do PAICV sobre “Os desafios da participação da mulher na política”, promovida hoje em São Miguel, pela Federação Nacional das Mulheres do PAICV (FNMPAI) e a Comissão Política Regional de Santiago Norte (CRP-SN), no acto central de encerramento das actividades do “Mês de Março, Mês da Mulher”.
A líder do PAICV, que avisou que vai continuar a lutar para que Cabo Verde tenha uma mulher primeira-ministra, “cada vez mais com mais força, coragem e determinação”, aproveitou para esclarecer que quando se diz que as mulheres cabo-verdianas não estão preparadas para governar e que não se vai votar numa mulher que não é uma ofensa à sua pessoa [Janira Hopffer Almada], mas à toda mulher cabo-verdiana.
FM/JMV

Dans la même catégorie