APS LES JEUNES INVITÉS À FAIRE BON USAGE DES RÉSEAUX SOCIAUX APS LE SAMES VA TENIR UN SIT-IN SILENCIEUX, LE 17 MAI APS DU MATÉRIEL ET DES VÉHICULES POUR LES SERVICES CHARGÉS DE LA GOUVERNANCE DE L’ÉTAT CIVIL APS RAMADAN : LA MAIRIE DE KAOLACK DÉCAISSE 35 MILLIONS DE FRANCS CFA POUR LES NÉCESSITEUX AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le ministère de l’Education nationale engagé dans l’amélioration de sa collaboration avec les éditeurs APS INCENDIE À L’HÔPITAL MAGATTE-LÔ : LE SAMES EXIGE UNE ‘’ENQUÊTE IMPARTIALE’’ APS POUR LA KORITÉ, LA RÉGION DE MATAM EST BIEN APPROVISIONNÉE EN DENRÉES ALIMENTAIRES, SELON LE SERVICE DU COMMERCE ANP Le Représentant résident du FMI pour le Niger assure au Président Mohamed Bazoum l’accompagnement de son Institution AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Lancement d’un nouveau magazine scientifique en ligne AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le paysage audiovisuel dominé par la forte audience des chaines du Groupe RTI (Etude)

Legislativas 2021/Santiago Sul: UCID propõe medidas para desenvolvimento turístico em São Domingos


  15 Avril      0        Photos (3802),

   

Cidade da Praia, 15 Abr (Inforpress) – O cabeça de lista da União Cabo-verdiana Independente Democrática (UCID), Francisco Silva, propôs hoje um conjunto de medidas para desenvolver as potencialidades turísticas de São Domingos, entre as quais a requalificação das vias de acesso.
“Por exemplo, temos a zona alta de Rui Vaz, com um microclima que constitui um atractivo para muitas pessoas e que deve ser potencializado”, apontou, indicando para a necessidade de requalificar a estrada que dá acesso à zona.
Francisco Silva, que hoje regressou ao município de São Domingos, na companhia do presidente do partido, António Monteiro, realçou as grandes potencialidades do município em termos de turismo rural, salientando que o propósito da UCID é desenvolver um turismo que tenha impacto na vida das pessoas.
“Não queremos que apenas os turistas venham para cá, mas queremos que os nacionais venham para cá para consumir os produtos locais, deixar receitas para aumentar o rendimento das famílias, porque o turismo só tem importância se contribui para o desenvolvimento local”, explicou.
Para tal defende que é necessário, para além da questão da melhoria das vias de acesso, para facilitar a mobilidade das pessoas, trabalhar na capacitação e empoderamento da população para a produção e disponibilização de produtos que possam constituir atractividade.
“Portanto, é empoderar a população local através do artesanato, da cultura, da gastronomia para que possam criar, produzir coisas para apresentar e vender aos visitantes. Queremos que os turistas que se desloquem até São Domingos possam consumir os produtos locais, deixar receitas para aumentar o rendimento local”, sustentou.
Francisco Silva falou ainda do desenvolvimento de outras potencialidades, como a pesca, agricultura e pecuária, que igualmente para o desenvolvimento também implica a melhoria nas redes viárias e outras medidas como a mobilização de água e financiamento para aquisição de equipamentos.
Para já, reiterou que as opções dos governos, tanto do MpD como do PAICV, não têm sido acertadas, tendo deixado o município sem desenvolvimento e as populações a passarem por “grandes dificuldades”.
Por isso, aproveitou, mais uma vez, para apelar à população de São Domingos que dê um “basta aos mesmos”, apontado que UCID representa neste momento alternativa para levar desenvolvimento e melhoria de qualidade de vida às pessoas nesse município.
Às legislativas do dia 18 de Abril para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos.
O PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).
As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

Dans la même catégorie