APS MAME FAMEW CAMARA EXPLIQUE L’IMPORTANCE DE LA PLACE DE LA FEMME DANS SES ŒUVRES GNA Africa should address challenges of Covid-19 – President Akuffo Addo APS SURVIE DE L’ENFANT : UN PLAN DE COMMUNICATION EN COURS D’ÉLABORATION POUR BOOSTER LES INDICATEURS APS MAME FAMEW CAMARA : ’’IL FAUT FAIRE DE LA LECTURE UNE DISTRACTION’’ APS LES TRAVAUX DU PARC DES TECHNOLOGIES NUMÉRIQUES « À UN NIVEAU SATISFAISANT » (COMMUNIQUÉ) GNA Speaker inaugurates Parliamentary Friendship Associations Management Committee GNA COVID-19: Dodowa Health Research Center engages stakeholders on trial of Sputnik Light vaccine GNA More than 65,000 merchants enrolled on the GhQR platform GNA Entrance University Hospital organizes health screening GNA Ghana-Togo Maritime Boundary Negotiations Meeting underway in Accra

Jako Cisco lança seu primeiro ‘single’ a solo intitulado de “terapia”


  11 Mai      1        Music (142),

   

Cidade da Praia, 11 Mai (Inforpress) – O ‘rapper’ Jaco Cisco, da cidade do Tarrafal de Santiago, tem já disponível no seu canal do youtube o seu primeiro ‘single’ a solo intitulado “terapia”.
Ao falar sobre a sua trajectória no mundo da música, Jaco Cisco revelou que começou a descobrir que tinha “vocação” por esse estilo musical em 2007 quando fazia parte de um círculo de amizade composto por cinco adolescentes.
Na altura, prosseguiu o ‘rapper’, formaram o grupo “Novo Reino 5 Star” e produziram quatro ‘singles’, mas separaram-se porque alguns tiveram que seguir os estudos fora do concelho do Tarrafal.
Em 2010 integrou-se no grupo “pantera negra”, no qual lançou dois mixtapes e um EP intitulado “Deus Ku Nós”.
Desde 2018 sem produzir, Jaco Cisco anunciou hoje o seu regresso, revelando que está desenhando “novos” caminhos a solo, iniciando pela “terapia” e que está a trabalhar num projecto maior.
“Estou a trabalhar num EP, em que eu trago os mais variados temas do dia-a-dia, mas ainda não defini a data do seu lançamento”, salientou.
Relativamente à “terapia”, o ‘rapper’ adiantou que se inspirou na sua própria história, da sua luta psicológica, pelo que a música estimula as pessoas a não desistirem das suas lutas.
O ‘single’, conforme explicou, é também um acto de gratidão às pessoas (amigos e familiares) que não o deixaram cair num “labirinto”.
“Sou grato por isso pelo amor da minha família, dos amigos, principalmente do meu filho que foi a ponte da minha terapia”, concluiu Jaco Cisco.

Dans la même catégorie