GNA NDPC holds stakeholders engagement to improve food nutrition systems GNA Help save the forestry industry – Forestry Association cries GNA CHAG launches six months revolving fund for member facilities GNA Deputy Youth and Sports Minister launches Koora Sports Consult to unearth talents GNA Lack of storage facilities remain a major problem for farmers- study GNA Court orders Jomoro MP to produce documents on dual citizenship renunciation GNA Teachers urged to help change society positively GNA Six arrested for alleged human trafficking of minors GNA PPAG educates communities against child marriage GNA Children’s wellbeing: Lets’ step up implementation of Agenda 2040

Santo Antão: Coordenação do projecto Apoio ao Micro Empreendedorismo Feminino preocupada com problemática do lixo


  13 Mai      5        Society (28148),

   

Porto Novo, 13 Mai (Inforpress) – A coordenação do projecto “apoio ao micro empreendedorismo feminino”, no âmbito do turismo rural, está preocupada com a problemática do lixo em Santo Antão, pretendendo, a partir deste domingo, realizar uma série de campanhas de limpeza.
Lagoa do Planalto Leste, Caibros e Figueiral de Ribeira Grande são as primeiras localidades a receber, nos dias 16 e 23 de Maio, as campanhas de limpeza, iniciativa que visa alertar às populações sobre os cuidados a terem com o lixo, refere uma nota de imprensa a que a Inforpress teve acesso.
Em Junho, serão feitas acções de limpeza nas zonas de Pico da Cruz e Água das Caldeiras, também no Planalto Leste, e ainda em Chã de Feijoal, no Planalto Norte.
No quadro deste projecto, têm sido realizadas ainda campanhas de sensibilização ambiental, em parceria com as delegações do Ministério da Agricultura e Ambiente em Santo Antão, as câmaras municipais desta ilha e com a Fundação Fundamental SA.
O projecto “apoio ao micro empreendedorismo feminino” é financiado pela Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento e está a ser implementado em Santiago, Fogo e Santo Antão, beneficiando 400 pessoas nas três ilhas, na sua grande maioria (86%) mulheres.
O projecto tem por objectivos melhorar as condições de vida das pessoas nas zonas rurais marginais, com especial atenção para o empoderamento das mulheres, a igualdade e equidade do género e a sustentabilidade ambiental.

Dans la même catégorie