GNA Commonwealth Games: Ghana’s men’s quartet disqualification due to technical error – GAA GNA Commonwealth Games: Ghana’s men’s quartet disqualified for flouting rules GNA Commonwealth Games: Paul Amoah breaks Ghana’s 48-year medal drought in 200m GNA We have to take the corruption fight as a personal fight – GACC alerts GNA Huawei, Ministry of Communications begin cyber security training Phase II GNA Religious and traditional leaders key to domestic tax mobilization-study GNA 2022 West Africa Development Outlook proposes increased sub-regional trade, structural transformation GNA Increase funding to social welfare, mental health institutions— INERELA+ urges government GNA Ghana’s Nuclear Power Plant will be highly regulated GNA Electricity, access road hindering commissioning of Ashanti Regional Hospital

VIH-Sida: Rede nacional das pessoas portadoras denúncia “estigma social, estereótipos e desigualdades”


  1 Décembre      9        LeaderShip Feminin (11285),

   

Cidade da Praia, 01 Dez (Inforpress)  – A Rede Nacional das Pessoas com o vírus da VIH-Sida denunciou hoje que o “estigma social, estereótipos e desigualdades” constituem barreiras para a integração das pessoas que vivem com esta doença em Cabo Verde.

Ao intervir no acto central do Dia Mundial contra Sida, que se celebra hoje, sob o lema “Acabar com as desigualdades, acabar com a Sida, acabar com as pandemias”, a representante da rede, Josefa Rodrigues, exortou os responsáveis a  introduzirem no País auto-teste do HIV e diagnóstico atempado para “erradicar as desigualdades”.

Isto, referiu, como forma de dar a todos a possibilidade de conhecerem o seu estatuto e de ter acesso ao tratamento “o mais cedo possível”.

Aproveitou a ocasião para estender este pedido no sentido da inclusão das pessoas que vivem com o VIH, com idades avançadas no sistema de protecção social.

VIH-Sida: Rede nacional das pessoas portadoras denúncia “estigma social, estereótipos e desigualdades”


  1 Décembre      9        LeaderShip Feminin (11285),

   

Cidade da Praia, 01 Dez (Inforpress)  – A Rede Nacional das Pessoas com o vírus da VIH-Sida denunciou hoje que o “estigma social, estereótipos e desigualdades” constituem barreiras para a integração das pessoas que vivem com esta doença em Cabo Verde.

Ao intervir no acto central do Dia Mundial contra Sida, que se celebra hoje, sob o lema “Acabar com as desigualdades, acabar com a Sida, acabar com as pandemias”, a representante da rede, Josefa Rodrigues, exortou os responsáveis a  introduzirem no País auto-teste do HIV e diagnóstico atempado para “erradicar as desigualdades”.

Isto, referiu, como forma de dar a todos a possibilidade de conhecerem o seu estatuto e de ter acesso ao tratamento “o mais cedo possível”.

Aproveitou a ocasião para estender este pedido no sentido da inclusão das pessoas que vivem com o VIH, com idades avançadas no sistema de protecção social.

Dans la même catégorie