AGP Labé-Jeunesse : Des jeunes en conflit à Djonfo, Le préfet de Labé appelé en renfort AGP Boké-Société : Le président des transporteurs miniers pour la préservation de la paix GNA Let’s develop our own education models – Prof Opoku-Agyemang GNA COCOBOD to distribute 60 million hybrid seedlings to farmers GNA Foreigners cannot engage in retail business – Kyei-Mensah-Bonsu APS HUIT BASKETTEURS SÉNÉGALAIS SÉLECTIONNÉS POUR UN CAMP DE ‘’BASKETBALL WITHOUT BORDERS’’ À DAKAR APS AHMAD GAMAL, HANDICAPÉ VISUEL, STAR DE LA CAN 2019 APS CAN 2019 : ALIOU CISSÉ ET DJAMEL BELMADI SERONT FÊTÉS À CHAMPIGNY-SUR-MARNE (MEDIA) AIP Côte d’Ivoire / L’ANADER propose l’hydroponie, nouvelle pratique agricole comme solution à la pression foncière AIP Côte d’Ivoire/Affectation en 6ème : le ministère de l’Education nationale innove avec les inscriptions en ligne

Porto Novo: Festas de São João decorrem na normalidade com atenções voltadas para a peregrinação


  24 Juin      16        Société (50967),

   

Praia, 24 Jun (Inforpress) – As festividades do São João no Porto Novo, santo padroeiro, têm decorrido na normalidade, com as atenções deste domingo, voltadas para a grande peregrinação dos fieis entre Ribeira das Patas e cidade, num trajecto de 22 quilómetros.
A romaria, antecedida da missa matinal, às 07:00, na capela de São João Baptista, em Ribeira das Patas, inicia-se às 08:00 e dura entre cinco a seis horas, na antiga capela, também com o nome do santo padroeiro, na cidade, depois de algumas paragens em zonas defendidas, que fazem parte da rota de São João.
A paragem mais demorada, que varia entre uma a duas horas, acontece em Água Doce, à entrada da cidade do Porto Novo, onde milhares de pessoas se juntam aos peregrinos para acompanhar a imagem do santo  padroeiro, que é carregada sobre os ombros das pessoas, até à antiga capela, em Ribeira da Igreja, “o santuário de São João”.
A peregrinação dos fieis, que é, para a Igreja Católica, “um momento de manifestação de fé”, e que acontece todos os anos, a 23 de Junho, nas vésperas do dia do santo  padroeiro, 24,  marcado pela missa solene, é, segundo o pároco, José Pires “qualquer coisa de extraordinária e única em Cabo Verde. Algo que mostra a verdadeira devoção” dos porto-novenses pelo  São João, explica.

Dans la même catégorie