AIB Ganzourgou/Assainissement : La population mobilisée pour une opération de curage de caniveaux à Zorgho AIB Burkina : le gouvernement veut produire de l’engrais à hauteur de 15 milliards FCFA pour améliorer la production agricole AIB Burkina : le gouvernement veut porter le taux d’électrification rurale à 50 % en 2028 MAP L’ECOSOCC de l’UA a oeuvré sous la présidence marocaine à impliquer les Organisations de la Société Civile et la Diaspora MAP Une délégation turque au Niger pour renforcer la coopération militaire et économique MAP Quatre tueurs à gages abattus lors d’une fusillade à Durban (police) MAP Renforcement de la coopération entre le Sénégal et les États-Unis APS SENEGAL-DROGUES /40,3 Kg de cocaïne saisis à l’AIBD (Douanes) APS L’Afrique représente plus de la moitié des urgences sanitaires dans le monde (OMS) APS Louga : lancement d’une opération de plantation de 5000 arbres

Sociedade/Presidente da Republica pede voto consciente da juventude na escolha dos próximos dirigentes


  13 Mars      33        Société (45924),

 

Bissau, 13 Mar 23 (ANG) – O Chefe de Estado exortou, no Domingo, a Juventude guineense, que cnstitui a mioria do eleitora nacional, a votar com consciência nas próximas legislativas, e para não aceitar que seja enganado por políticos.

Umaro Sissoco Embaló falava na abertura da 1ª Jornada Nacional de Diálogo da Juventude, que decorreu sob o lema: “Cidadania e a Democracia”, organizada pelo Movimento Nacional “Cidadão na Minha Cidade” e que juntou jovens das oito regiões da Guiné-Bissau e do Setor Autónimo de Bissau.

Na ocasião, o chefe de Estado frisou que só assim a juventude estará em condições de fazer pressão ao Governo que sairá das próximas eleições legislativas para que se possa corresponder as suas aspirações .

“Digo isso porque os jovens têm uma arma fundamental que é a capacidade de voto. Não podemos estar a votar nas pessoas que nos enganam”, salientou, o chefe de Estado, tendo pedido também que seja julgado nas urnas pelo o que tem feito durante seu mandato.

Embaló salientou que tudo é prioridade no país, desde a educação, saúde, eletricidade e água, afirmando que são problemas básicos, prometendo que estará sempre presente, enquanto Chefe de Estado, na procura de suas soluções.

“De acordo com o sistema guineense, o Primeiro-ministro é que é o Chefe do Governo. Contudo, vou continuar a usar a minha magistratura de influência e as competências que a Constituição me dá, para isso”, sublinhou.

Embaló recomendou que os jovens fossem à escola, que recusem à casamentos forçados e que sensibibilizem os mais velhos nas suas comunidades sobre os males desta prática.

Anunciou que passa a ser ele a negociar com os sindicatos para acabar com as paralisações, essencialmente, na saúde e educação.

O Presidente da República disse que os problemas da juventude guineense estão relacionados à escola, saúde, estradas, infraestruturas, e reitera que têm razão porque até hoje as pessoas morrem no parto tendo questionado como é possível tal situação , passados quase 50 anos de independência. “A responsabilidade também é dos governantes”, disse.

“Os jovens são também cúmplices da atual situação que o país vive, uma vez que se deixam ser enganados, sistematicamente, por dirigentes que escolhem. Por isso, os pedi para estarem atentos nas suas escolhas e hoje o povo guineense está de novo nos concertos das Nações, com a sua dignidade restaurada, infelizmente, muitos não têm noção sobre isso “,salientou.

O Chefe de Estado pediu aos jornalistas para difundirem bons resultados que o país está a conseguir, e diz que, apesar das divergências, todos devem unir a volta da Guiné-Bissau.

Em nome dos jovens, Minirgino Paulo Dias, declarou que o encontro ultrapassou as suas espectativas, uma vez que teve o impacto desejado, ou seja o evento tinha como objectivo fazer com que os jovens pudessem ter uma interação com o Chefe de Estado sobre os problemas que enfrentam nas respetivas regiões para que este usasse a sua influência junto ao Governo para, minimamente, minimizar as preocupações da juventude.

“Se eu fosse o Presidente da República vou institucionar o encontro deste género, isto faz nos sentir que também somos importantes no processo de transformação da Guiné-Bissau, e como dizem, os jovens são a força motriz de qualquer sociedade. A sua opinião deve ser levado em conta e esperamos que o Chefe de Estado tenha tomado boa nota dos problemas levantados que são iguais na sua maioria ,ou seja os problemas levantadas são as mesmas em todas as regiões”, salientou.

O encontro reuniu centenas de jovens vindos de todo o país e serviu para expor os problemas diários das regiões, nomeadamente acesso ao serviços de saúde, educação, energia, estradas, água potável entre outros.

O Presidente da República prometeu, em coolaboração com o próximo Governo, a sair nas eleições de 04 de Junho, resolver, paulatinamente, os problemas levantados.

Embaló garantiu que a toada do desenvolvimento vai ser sentida em todo o país e que até 2025 todas as regiões terão estradas alcatroadas nas principais cidades.

Dans la même catégorie