MAP La BAD et Inwi scellent un partenariat pour soutenir les start-up innovantes MAP Remise du prix Brahim Akhiat pour la diversité culturelle dans sa 2ème édition MAP M. El Malki se félicite du cheminement de la coopération avec le FOPREL MAP Une association marocaine lauréate du Prix Prince Mohamed Ben Fahd pour la meilleure action caritative MAP Le Maroc, pionnier dans la lutte contre la pandémie du coronavirus (Nabil Benabdallah) MAP Groupe de soutien à l’intégrité territoriale du Maroc à Genève: plein appui à la souveraineté du Royaume sur son Sahara MAP Marrakech : Immersion dans l’univers artistique d’Isabel Alonso Vega et Bence Magyarlaki MAP Covid-19: le HCR et la JICA mettent en place un projet de 275.000 dollars en faveur des réfugiés résidant au Maroc MAP L’artiste-plasticien Abderrahim El Hassani expose ses œuvres à Fès AGP Boké/société: Le siège de la préfecture, nouvelle cible des voleurs de motos

Ensino/Fundação João XXIII doa materiais escolar para biblioteca do liceu Nacional Kwame N’krumah


  3 Février      11        Société (29244),

   

Bissau, 03 Fev. 21 (ANG) – A Fundação João XXIII / Casa do Oeste de Portugal entregou hoje um donativo constituído por materiais escolares para a biblioteca do Liceu Nacional Kwame N’krumah.

Na ocasião, o delegado da Fundação, e igualmente Director da Cooperativa Escolar São José, Raul Daniel Silva disse que a tarefa de ensino aprendizado é para todos os guineenses e que não estão lá para particularizar as escolas, acrescentando que devem ser criadas as condições, tanto para os professores como para alunos que possam ser proporcionado cada vez mais ensino de qualidade.

« O Liceu Nacional Kwame N’krumah tem, a partir de hoje, condições para criar matérias para alunos e professores, a exemplo da Escola São José. Convidamos aos responsáveis do Liceu e governantes no sentido de apoiarem este Liceu porque nenhum agricultor vai para o campo sem arado”, disse.

Raul Silva frisou que a Guiné-Bissau ratificou o acordo autográfico a nível de Países Africanos da Língua Oficial Portuguesa(PALOP) mas que, até hoje, cada um continua a escrever a sua maneira, e que o Liceu Nacional, enquanto referência e património nacional deve ser capaz de levar os professores e alunos a respeitarem as regras deste acordo que estão nos livros entregues.

Disse ainda que, os responsáveis do Liceu devem solicitar o bom uso dos livros doados .

Idrissa Cassamá, Director do Liceu Nacional Kwame N’krumah agradeceu a Fundação pelo gesto e disse que é com enorme prazer que a direcção da sua instituição recebeu estes donativos em livros de todos os níveis para reequipar a biblioteca que deixou de funcionar há muitos anos.

Aquele responsável disse que esses materiais vão mudar significativamente o desempenho de todos os servidores daquela casa assim como a comunidade escolar pelo que promete fazer o bom uso dos mesmos.

O Director-geral do Ensino, Beto Gomes Lopes Embassa, em representação do governo agradeceu a Fundaçâo João XXIII e seu delegado Raul Silva pela resposta rápida ao pedido do Director do Liceu Nacional Kwame N’krumah Idrissa Cassamá.

Disse crer que essa cooperação entre duas partes terá pernas para andar tendo em conta a resposta rápida e sabia do representante da Fundação Raul Silva, em disponibilizar materiais que vão servir de suporte para professores, alunos e toda a comunidade educativa do país.

Beto Embassa louvou a iniciativa e pediu que não ficasse só no Liceu Kwame NKrumha já que a Fundação tem capacidade para responder às necessidades de acordo com as espectativas dos directores das escolas.

Os materiais escolares entregues ao Liceu Nacional resultaram de solidariedade de diversos professores de agrupamentos escolares do Conselho da Mafra e Sobral de Agraço de Portugal.

Dans la même catégorie