AIP Les populations d’Aboisso appelées à maintenir un climat de paix AIP Guides religieux et société civile pour une élection paisible à Aboisso AIP Un véhicule et des motos offerts à la notabilité de Béoumi AIP La session ordinaire de délivrance de la carte CIJP 2021 ouverte AIP L’ex-ministre Sidiki Diakité inhumé au cimetière de Grand-Bassam AIP Présidentielle 2020 : Le DNC adjoint du candidat KKB promet des emplois à la jeunesse AIP Une fondation fait don de vivres et kits scolaires à des veuves et orphelins AIP Présidentielle 2020 : Le candidat KKB se dit prêt à servir la Côte d’Ivoire avec amour s’il est élu AIP Communiqué du Ministère de la Santé et de l’Hygiène Publique « Point de la situation de la COVID-19 au 26/10/2020 » AIP Kobenan Adjoumani demande aux populations de Transua de ne pas céder aux provocations

Fernando Tavares diz que a verdade desportiva ainda está longe do país


  1 Octobre      18        Sport (4369),

   

Bissau, 01 Oct 20 (ANG) – O candidato derrotado na última Assembleia Geral da Federação de Futebol da Guiné-Bissau (FFGB), realizada quarta-feira, Fernando Tavares vulgo “Bené”, disse hoje que a verdade desportiva no país, ainda está longe, devido as irregularidades verificadas no congresso electivo de novo presidente da federação de futebol.

Em conferência de imprensa, o segundo candidato mais votado
Fernando Tavares, disse que prova de tudo isso, é a forma como decorreu o congresso daquela organização mãe do futebol guineense.
“O sistema aplicado para o funcionamento do Congresso não podia permitir que os clubes votassem com consciência e espírito desportivo em busca de um projecto de mudança no seio de futebol guineense”, sustentou o ex-candidato derrotado.

De acordo com Fernando Tavares, apesar de se descordar com o procedimento de Comissão Eleitoral , a sua candidatura não pretende avançar com nenhuma reclamações a respeito do assunto.

Disse que deseja ao candidato declarado vencedor, Carlos Teixeira boa sorte na sua liderança, que saiba governar e não permitir que seja governado por outras pessoas.

“Nas irregularidades detetadas durante o congresso, assistimos a proibição de entrada pelas forças de segurança do Vice-presidente da Associação dos árbitros, Lassana Djassi, o que lhe impediu de exercer o seu direito de voto. Foi igualmente proibida a entrada do vice-presidente do Futebol Clube de Pelundo, entre outras irregularidades”, disse.

Fernando Tavares ainda manifestou o seu descontentamento sobre as medidas tomadas pelas autoridades sanitárias.

“É de conhecimento de todos que antes da realização de congresso, o Alto Comissariado para Covid-19 , tinha alegado que o Congresso não podia decorrer na sede de FFGB, devido ao espaço, mas em poucas horas depois tudo ficou decidido que o evento podia ter lugar no mesmo recinto”, disse.

Disse entretanto não estranhar a medida, “porque já tinha conhecimento de que alguns políticos estão a apoiar o candidato declarado vencedor”.

Questionado sobre se caso for chamado para fazer parte de Direção do novo presidente
de FFGB Carlos Alberto Teixeira, qual seria a sua posição, Fernando Tavares, respondeu que o candidato vencedor tem todo o direito e legitimidade de criar a sua equipa de confiança para dirigir a Federação, acrescentando que do resto o futuro dará a resposta.

Dans la même catégorie