APS LES RECOMMANDATIONS DE CEERNO SILEYMAANI BAAL GRAVÉES SUR UNE SCULPTURE POUR LA MÉMOIRE COLLECTIVE ANP Echange à Niamey entre le Chef de l’Etat Nigérien Issoufou Mahamadou et Secrétaire Général de la ZLECAF ANP Covid-19 : 6,560 milliards de Fcfa de l’Allemagne pour soutenir le plan de riposte à la pandémie au Niger ANP Décès à Niamey de l’ancien Président de la République Tandja Mamadou ANP L’Hôtel Gaweye de Niamey sur le point d’être repris par le groupe Bravia ANP La société ORANO Mining Niger fait don d’équipements d’une valeur de 125 millions de CFA aux sinistrés des inondations du département de Kollo MAP Décès de l’ancien président nigérien Mamadou Tandja APS UN CENTRE DE FORMATION VEUT PROFITER DU TOURNOI DE L’UFOA POUR MIEUX EXPOSER SES PENSIONNAIRES APS TOURNOI DE QUALIFICATION DE LA CAN DES U20 : LA GAMBIE COMPLÈTE LE CARRÉ D’AS APS TOURNOI DE QUALIFICATION : LA GAMBIE NE CRAINT AUCUNE ÉQUIPE EN DEMI-FINALES (COACH)

Maio: Edilidade anuncia redução na tarifa mensal dos transportes escolares para alunos do 1º e 2º ciclo


  20 Novembre      2        Economie (10351),

   

Praia, 20 Nov (Inforpress) – Os alunos do 1º e 2º ciclo da Escola Secundário Horace Silver passam, a partir de 01 de Dezembro, a usufruírem de um desconto de vinte e cinco por cento, na tarifa mensal nos transportes escolares.

De acordo com a Câmara Municipal do Maio, a decisão vem na sequência da redução da carga horária para esses alunos, passando de seis para três dias de aulas semanais, por isso, os pais e encarregados de educação passam em vez de pagarem 1.200 escudos, em vez de 1.500 escudos mensal.

Contudo, informa a edilidade maiense na sua conta na rede social, esta medida não abrange os alunos do 3º ciclo, tendo em conta que os mesmos frequentam as aulas durante a semana, sem interrupção.

O vereador da Educação, Emílio Ramos, destaca que essa medida visa “adequar os custos mensais para as famílias com os transportes escolares à realidade actual, marcada pela pandemia da covid-19” porque, sublinhou, neste contexto, “não seria de todo justo que as famílias continuassem a pagar a tarifa anterior, sabendo que houve uma redução na frequência das aulas”.

Emílio Ramos garante que a autarquia vai trabalhar junto do Governo, através da Fundação Cabo-verdiana de Acção Social Escolar (Ficase) e outros parceiros, para que “não haja sobressaltos em termos de sustentabilidade dos serviços”, procurando encontrar uma forma de compensar essa perda de receitas.

A autarquia maiense renovou a sua frota, em 2018, através da aquisição de dois novos autocarros.

Segundo o responsável pelo pelouro da Educação, na sua política municipal, a edilidade trabalha para que todos os alunos das localidades do interior da ilha tenham as mesmas oportunidades de acesso ao ensino e aos transportes escolares, com impacto positivo nos resultados académicos.

Dans la même catégorie