APS MORT DE CHEIKH IBRAHIMA COLY : LE GOUVERNEMENT ANNONCE UNE ENQUÊTE APS AFFAIRE SONKO : BBY APPELLE ’’À LA RAISON ET À LA SÉRÉNITÉ’’ APS DES ORGANISATIONS DE LA SOCIÉTÉ CIVILE APPELLENT POUVOIR ET OPPOSITION À PRÉSERVER LA STABILITÉ APS UN MANIFESTANT TUÉ À BIGNONA, SELON UNE SOURCE SÉCURITAIRE APS LE MAGASIN AUCHAN DE LA CITÉ SOPRIM PILLÉ APS LA CSA DÉTERMINÉE À SE BATTRE POUR LES TRAVAILLEURS, APPELLE « À SE TENIR DEBOUT’’ POUR L’ETAT DE DROIT MAP Sénégal : un mort dans des protestations contre l’arrestation du leader d’un parti de l’opposition (officiel) MAP FAO: 45 pays, dont 34 en Afrique, auront besoin d’une aide alimentaire extérieure GNA Western North residents welcome Supreme Court verdict, calls for peace. GNA Inter-Party Committee in Sissala East pledge to accept Supreme Court decision

Sistema de saneamento de águas residuais nos Espargos posiciona Sal como ilha com segurança sanitária – PM


  10 Février      13        Environnement/Eaux/Forêts (2573), Santé (9550),

   

Espargos, 10 Fev (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, afirmou terça-feira que a primeira fase do sistema de saneamento de águas residuais da cidade dos Espargos,terça-feira inaugurada, posiciona o Sal como uma ilha com segurança sanitária.
A inauguração da infra-estrutura, presidida pelo chefe do Governo, e testemunhada pelo ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, e pelo presidente da Câmara Municipal do Sal, Júlio Lopes, é fruto do acordo de empréstimo assinado pelo Governo e o Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico na África (BADEA), no valor de cinco milhões de dólares (cerca de 460 mil contos).
“O sistema de saneamento é importante, não só pela obra em si, pela sua utilidade, mas pelo conceito de posicionar o Sal como uma ilha com segurança sanitária (…), com condições de atractividade e com sustentabilidade”, afirmou o primeiro-ministro, sublinhando a necessidade de as pessoas terem acesso ao básico dos básicos, que é saneamento, água, energia em casa, opinião partilhada por Júlio Lopes.
“É um grande presente, porque nu mundo moderno, num país que tem ambição, que quer projectar-se ao nível do turismo e que quer dar qualidade de vida e proteger a saúde das pessoas, o saneamento é algo imprescindível”, considerou o edil salense.
O projecto, segundo o executivo, terá impactos positivos sobre a preservação do meio ambiente numa das ilhas mais turísticas do país, sendo que a implementação desta primeira fase estende-se por uma área estimada em 46 por cento (%) da área total da cidade dos Espargos, caracterizada por uma densidade populacional de aproximadamente 8.000 habitantes.
São aproximadamente 27 quilómetros (km) de extensão de rede, sendo 7,7 km da rede primária, 19 da rede secundária e 8,7 da rede terciária de esgotos, assim como foram instaladas 1.280 caixas de ligação domiciliária, para além da estação de tratamento de águas residuais com a capacidade para mil metros cúbicos diária.
Ainda esta terça-feira , o primeiro-ministro, que encontra-se em uma visita de dois a ilha do Sal, tem em agenda uma conversa informal com pequenos e micro empreendedores, nomeadamente representantes de mercearias, minimercados, operadores de táxis, hiacistas, cabeleireiros, e de outros pequenos negócios, para ouvir as suas preocupações e apresentar as respostas do Governo para o sector.

Dans la même catégorie